Samsung prepara nova tecnologia de TVs: a QD-OLED híbrida; Entenda

Por Felipe Ribeiro | 28 de Agosto de 2019 às 12h35
Tudo sobre

Samsung

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais

É inevitável que as tecnologias evoluam a partir do momento que novas e mais avançadas vão aparecendo. Quem se lembra, por exemplo, do tempo em que as TVs de plasma eram o máximo do máximo? Não usamos o exemplo de um televisor à toa, porque é justamente sobre isso que falaremos a seguir. A Samsung lançou um novo tipo de tela, que promete desbancar as OLEDs (QLED, dentro da marca coreana), as melhores do momento. Trata-se da tecnologia QD-OLED, considerada uma plataforma híbrida de imagem.

O CEO da Samsung Display, Lee Dong-Hoon, falou sobre planos em potencial para trazer o QD-OLED para o mercado, dizendo ao The Korea Herald que “a empresa está fazendo bons esforços” para fabricar um modelo comercialmente disponível. Então, embora seja improvável que vejamos um modelo QD-OLED no IFA 2019, parece que ele pode aparecer em algum momento.

Um porta-voz da Samsung esclareceu que a gigante coreana ainda estava desenvolvendo suas próprias tecnologias QLED e Micro-LED, acrescentando que não tinha planos firmes sobre o QD-OLED, citando problemas com painéis OLED existentes que precisam ser abordados. "A Samsung Electronics acredita que várias melhorias tecnológicas devem preceder a adoção da tecnologia de painéis OLED existente nas TVs, e nenhuma decisão foi tomada sobre se adotaremos os painéis QD-OLED em nossas TVs", disse o porta-voz.

Mas com uma nova linha de fabricação sendo montada para substituir as usinas de LED recém-fechadas, parece que a Samsung está, de fato, apostando alto na tecnologia.

O que é QD-OLED?

O que QD-OLED realmente significa? A primeira sigla, “QD”, refere-se ao filtro de pontos quânticos que a Samsung emprega em seus televisores premium QLED (quantum light emitting diode ou quantum LED). Já a segunda, "OLED", refere-se ao painel de LED orgânico, usado nas linhas premium da maioria das outras grandes marcas de TV de hoje, incluindo concorrentes diretas como Panasonic e LG.

As TVs OLED têm algumas vantagens, incluindo painéis finos que não exigem luz de fundo, pois os pixels dos painéis OLED são auto-emissivos (o que significa que eles emitem sua própria luz). Isso contribui para um incrível contraste e controle de brilho, embora possa produzir uma saída global de dimmer do que suas contrapartes de LED.

Diferença de imagem entre uma LED convencional e um OLED/ Imagem: LG

É aí que entra o QD-OLED. Em vez de ser totalmente auto-emissivo, um painel QD-OLED usaria um painel OLED de luz azul atuando como luz de fundo, com um filtro de pontos quânticos capaz de converter isso em luz vermelha ou verde, para uma tela colorida. Isso ainda contribuirá para os televisores finos e monitores ricos em cores pelos quais o OLED é conhecido, ao mesmo tempo em que corrige a saída fraca dos painéis OLED em comparação aos LEDs.

Quando o QD-OLED chegará ao mercado?

Com a Samsung se recusando a dar um prazo, ou a confirmação oficial de qualquer modelo de TV com QD-OLED chegando ao mercado, provavelmente não será em breve. Atualmente, as linhas de produção estão sendo configuradas e, provavelmente, haverá um processo intensivo de pesquisa e desenvolvimento à medida que a empresa produz e altera seus protótipos.

A Samsung não lançará suas linhas atuais de LED, QLED ou Micro-LED para uma tecnologia de painel único, por isso, provavelmente, veremos um modelo QD-OLED chegar apenas em alguns anos, mas, provavelmente, não antes de 2021.

Fonte: TechRadar

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.