Elon Musk promete investir até US$ 30 bilhões na internet Starlink

Elon Musk promete investir até US$ 30 bilhões na internet Starlink

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 29 de Junho de 2021 às 20h30
Divulgação/SpaceX

Conhecido por ter fundado empresas de peso como a montadora Tesla e a companhia espacial SpaceX, Elon Musk afirmou que vai investir US$ 30 bilhões na rede de internet Starlink. A empresa tem como especialidade oferecer conexões de internet via satélite, com o ambicioso objetivo de ter uma área de cobertura que se expande por todo o planeta.

O modelo de negócios da companhia se baseia no lançamento e operação de milhares de satélites na órbita baixa da Terra, que oferecem conexões de alta velocidade e baixa latência a locais isolados ou com poucas opções de conectividade. Até o momento, a Starlink opera em fase beta com cerca de 1,5 mil satélites e visa ganhar cobertura global — com exceção dos polos — até o final de agosto.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo Musk publicou em sua conta no Twitter, na última sexta-feira (25) a companhia excedeu a marca de 69.420 mil usuários ativos, número que ele considera estrategicamente importante. O bilionário afirmou que, até agosto, haverá 72 dispositivos orbitais ativos e que, dentro de seis meses, a empresa vai ser capaz de fechar as brechas que ainda possui em sua área de cobertura.

Investimentos bilionários

Durante o Mobile World Congress, em Barcelona, o dono da empresa afirmou que espera ter que investir entre US$ 5 bilhões a US$ 10 bilhões na Starlink antes que ela se torne lucrativa. “Então, com o passar do tempo vai se tornar múltiplos disso, e isso seria 20 ou 30 bilhões de dólares. É bastante, basicamente”, explicou.

A expectativa de Musk é que, dentro de 12 meses, a empresa vai ter pelo menos 500 mil usuários ativos, quase dez vezes mais que o número atual. Ele afirma que já está trabalhando em parcerias com duas grandes empresas de telecomunicação para expandir os serviços, mas não entrou em detalhes sobre as negociações.

Os satélites usados pela Starlink são enviados ao espaço pela SpaceX, que pediu à agência regulatória Federal Communications Commission (FCC) para lançar 42 mil satélites destinados a oferecer conexão à internet para todo o mundo. A empresa também pretende realizar testes no espaço para confirmar a velocidade oferecida, bem como a capacidade da tecnologia em oferecer comunicações mesmo durante o processo de reentrada na atmosfera.

Fonte: Phys.org

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.