Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

POCO pode lançar seu primeiro tablet em breve

Por| Editado por Wallace Moté | 18 de Março de 2024 às 12h01

Link copiado!

Divulgação/Redmi
Divulgação/Redmi

Uma nova certificação encontrada na Comissão Econômica da Eurásia (EEC) sugere que a POCO está trabalhando em seu primeiro tablet, que pode estrear diretamente no mercado global. Ainda sem detalhes técnicos conhecidos, a novidade poderia ser apresentada em maio, conforme aponta o número de modelo. Diante dos últimos lançamentos da companhia, espera-se que o dispositivo seja, na verdade, uma versão renomeada de algum dos tablets da Redmi, o que poderia indicar foco em entregar um pacote mais acessível.

A documentação teria sido emitida na última sexta-feira (15) e cita de forma explícita que está relacionada a um tablet da POCO — este seria o primeiro dispositivo do tipo a ser lançado pela marca. Seu número de modelo é 2405CPCFBG e, seguindo a lógica de identificação da Xiaomi, o aparelho poderia ser lançado em maio, já que os quatro primeiros dígitos do código costumam indicar a janela de apresentação planejada pela empresa. No caso, temos 24 referindo-se ao ano (2024) e 05 apontando para maio, além do G para global.

Continua após a publicidade

Com exceção da data de validade da certificação, prevista para ser encerrada em 2029, não há qualquer outro detalhe do tablet. Pesquisar pelo modelo também não retorna outros resultados, ponto curioso considerando que as versões renomeadas de dispositivos costumam compartilhar o número de identificação. Com isso em mente, algumas hipóteses podem ser levantadas: podemos estar diante de algo novo, ou ao menos de algo que ainda deve ser apresentado por outra das marcas da Xiaomi.

Não se pode descartar ainda o uso de um identificador novo para um dispositivo antigo, mesmo que esta seja a alternativa menos provável, se levarmos em conta as burocracias envolvendo certificações. Na ocasião de estarmos observando um tablet renomeado, o mais provável é que o aparelho seja uma variante do Redmi Pad ou do Redmi Pad SE, ambos tablets de baixo custo que têm como maior diferença o processador — MediaTek Helio G99 para o padrão, e Snapdragon 680 para o SE.

Já se estivermos olhando para um produto novo, não há como saber o que a empresa está planejando, ainda que o foco no baixo custo seja um ponto praticamente certo. De toda forma, teremos de esperar por mais informações oficiais, ou mesmo novos vazamentos, para descobrirmos mais sobre o tablet em questão, algo que não deve demorar muito considerando a publicação do certificado.

Fonte: Gizchina.it