É hora de dar tchau: iPad 2 pode estar com seus dias contados

Por Redação | 13 de Fevereiro de 2014 às 17h32

No mercado de tablets há 3 anos, o iPad de segunda geração da Apple parece estar com seus dias contados. Citando "fontes seguras", o AppleInsider noticiou que a Maçã decidiu que encerrará a produção do aparelho muito em breve. Ao que tudo indica, a decisão está relacionada ao aparente desinteresse dos usuários pelo aparelho, cujas vendas têm caido mês após mês.

O iPad 2 sobreviveu ao lançamento de três novas versões do tablet e até ao advento das telas de Retina. Com um ciclo de vida de fazer inveja a muitos produtos da empresa, o gadget fez muita gente acreditar que a Apple ainda estava lucrando com ele – mesmo apesar do preço salgado de US$ 399 nos EUA.

No entanto, no mês de setembro o aparelho deixou de fazer sentido. À época, a Apple passou a oferecer outro modelo pelos mesmos US$ 399: o iPad mini com tela Retina. O fato fez com que muitos consumidores ponderassem a compra e optassem pelo modelo mais compacto – e avançado – do tablet.

A notícia confirmou predições feitas por alguns analistas há alguns meses, quando a Apple deu indícios de que só fabricaria 300 mil unidades do iPad 2 para último trimestre. O aparelho está saindo de cena como a versão do tablet mais bem sucedida até agora. Até o lançamento do iPad Air e iPad mini, ele representava quase 40% dos tablets da Maçã em uso.

À época de seu lançamento, em março de 2011, o iPad 2 apresentou uma grande modificação no visual em relação ao modelo de primeira geração (que foi imediatamente descontinuado, diga-se de passagem). Ele foi o primeiro a ser compatível com a Smart Cover, o primeiro a ser oferecido em outra cor que não a preta e o primeiro a trazer consigo a câmera frontal FaceTime.

Leia também: Análise do iPad Air: mais fino, leve e rápido

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.