Google abre tecnologia de reconhecimento de manuscritos para apps Android e iOS

Por Ramon de Souza | 07 de Agosto de 2020 às 22h30
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Se você é um desenvolvedor de aplicativos, temos uma ótima notícia para você: o Google acaba de anunciar que está disponibilizando gratuitamente seu conjunto de softwares (API, na sigla em inglês) Digital Ink Recognition — tecnologia de ponta capaz de identificar manuscritos na tela do smartphone e transformá-los em textos “pesquisáveis”. O recurso, até então, era uma exclusividade do Gboard, teclado externo projetado pelo próprio Gigante das Buscas.

A API passa a integrar o chamado “Kit de ML”, que nada mais é do que uma biblioteca de desenvolvimento do Google que facilita a criação de aplicativos para Android e iOS com uso de aprendizado de máquina. Isso significa que, com a abertura, qualquer programador poderá levar tal capacidade do Gboard para dentro dos seus próprios softwares, otimizando a detecção de textos escritos com uma caneta stylus ou com os próprios dedos.

“O Digital Ink Recognition é diferente das APIs de visão e linguagem natural que estão dentro do Kit de ML, pois não leva texto e nem imagens como entrada. Em vez disso, ele observa os traços do usuário na tela e reconhece o que ele está escrevendo ou desenhando”, explica a companhia. Outro aplicativo muito famoso que emprega tal tecnologia é o Autodraw.

Divulgação/Google

O Google ressalta ainda que o Digital Ink Recognition suporta mais de 300 idiomas (incluindo o português brasileiro!) e 25 sistemas de escrita, sendo capaz de identificar até mesmo caracteres japoneses ou chineses, por exemplo. Além disso, a API não necessita de uma conexão com a internet para funcionar, o que significa que é possível utilizá-la em softwares que sejam executados totalmente offline.

Fonte: Google Developers Blog

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.