Novos Galaxy Watch são homologados na Anatel

Por Felipe Junqueira | 02 de Junho de 2020 às 16h30
Future
Tudo sobre

Samsung

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais

Uma das poucas categorias da indústria eletrônica que teve um bom aumento nas vendas durante o primeiro semestre de 2020 foi a de vestíveis. A Samsung, que conseguiu bons números graças aos fones de ouvido Galaxy Buds e Buds+, se prepara para lançar novos smartwatches e, de quebra, tentar se consolidar entre as melhores fabricantes de relógios inteligentes do mundo — que têm a Apple disparada na liderança.

A sul-coreana teve quatro modelos de Galaxy Watch certificados na China e Estados Unidos, e dois deles também já passaram na Anatel, cujo banco de dados também já registra o outro par. Trata-se, de acordo com o site Droid Life, de dois tamanhos do relógio, sendo uma versão com 4G e outra só Wi-Fi para cada um deles.

Na agência brasileira, já podemos verificar documentações dos modelos SM-R840 e SM-R850, que seriam as variantes Wi-Fi. Isso pode ser constatado, inclusive, pela própria certificação, que só mostra os testes em diferentes potências do 2,4 GHz. As outras duas, SM-R845F e SM-R855F, já aparecem no recurso “autocompletar”, mas ainda não retornam nenhum resultado. Essas seriam as variantes com suporte à rede 4G.

O que mais?

Sistema da Anatel já tem dois modelos do novo Galaxy Watch homologados (Captura de tela: Felipe Junqueira)

Poucas informações

A documentação na Anatel não revela muito sobre os dispositivos, mas a da FCC já traz mais alguns detalhes, revelados inicialmente pelo Droid Life. A versão maior teria caixa de 45 mm de aço inoxidável, tela com Gorilla Glass DX, certificações 5 ATM e MIL-STD-810G e, claro, conectividade LTE e Wi-Fi no modelo SM-R855F. Já o site SamMobile diz ter informações de que haverá opções de caixa com outros materiais, como alumínio e titânio.

Se a Samsung mantiver a lógica dos antecessores, cuja versão de 44 mm recebeu o código SM-R820, enquanto o menor, de 40 mm foi o SM-R830, podemos imaginar que o SM-R855 seja a variante com caixa de tamanho pequeno. Não há nenhuma informação sobre isso na documentação do órgão americano, porém.

Mas vimos que a Samsung vai manter a certificação que garante o uso durante a natação (5 ATM) e que o relógio terá uma boa resistência a choques e temperaturas extremas (MIL-STD-810G, militar). Esta segunda certificação, aliás, é a mesma que a LG faz em seus smartphones.

Com relação ao nome dos relógios, ainda não existe nenhum consenso se a Samsung vai voltar a utilizar apenas Galaxy Watch, como parece estar escrito na parte de trás da caixa (mostrada em um rascunho disponível na documentação da FCC), ou se o modelo será o Galaxy Watch Active 3. No smartwatch de 2019, a caixa também mostrava apenas o nome "Galaxy Watch", apesar de o produto ser comercialmente chamado de Galaxy Watch Active 2.

Detalhes do novo Galaxy Watch presentes em documentação da FCC (Imagem: Reprodução/FCC)

Esta e outras respostas a gente deve ter em breve. Ainda não há nenhum rumor e muito menos confirmação da data de anúncio, mas podemos esperar algo nas próximas semanas. No ano passado, o Watch Active 2 foi oficializado em 30 de julho, apenas quatro dias depois da homologação na FCC.

Fonte: Droid Life, SamMobile

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.