Ainda apostando no WearOS, Fossil lança novo smartwatch de US$ 295

Por Rafael Arbulu | 05 de Agosto de 2019 às 23h10
(Imagem: Divulgação/Fossil)

A fabricante de relógios Fossil ainda segue com fé no WearOS, sistema operacional para tecnolgias vestíveis da Google, que vem enfrentando dificuldades de penetração no mercado desde pelo menos o meio de 2018. A empresa norte-americana baseada no Texas lançou o Gen 5, um novo smartwatch com o sistema embarcado, que traz algumas benesses interessantes para o setor.

O Gen 5 é o primeiro lançamento da empresa após ter a sua divisão de pesquisa e desenvolvimento compradas pela Google em 2018. O aparelho vem com processador Snapdragon Wear 3100, da Qualcomm, além de suporte ao assistente da Google.

(Imagem: Divulgação/Fossil)
(Imagem: Divulgação/Fossil)

Um novo alto-falante à prova d’água permite que usuários ouçam respostas em áudio e aceitem chamadas telefônicas, bem como alertas audíveis de notificação. No software, há uma tecnologia de eletrocardiograma (ECG) implementada — algo que se tornou tendência desde a chegada do Apple Watch Series 4, da Apple — com habilidade extra de monitoramento de condições perenes, como diabetes e apneia.

O Gen 5 chega para tentar cutucar um mercado majoritariamente dominado pela Apple e seu Apple Watch, que em 2018 vendeu cerca de 22 milhões de unidades do aparelho, abocanhando aproximados 50% do mercado de tecnologias vestíveis. Ademais, nomes como Fitbit e outras pulseiras esportivas começam a aparecer com maior frequência, adicionando à lista de concorrentes da Fossil e Google.

Fonte: Techcrunch; Statista

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.