Xiaomi pode reciclar Redmi Note 8 neste ano com chip MediaTek e MIUI 12.5

Xiaomi pode reciclar Redmi Note 8 neste ano com chip MediaTek e MIUI 12.5

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 14 de Maio de 2021 às 07h00
(Imagem: Divulgação/Redmi)

Oficializado em outubro de 2019, o Redmi Note 8 foi o principal modelo da popular linha Note e campeão de vendas entre os intermediários, sendo por diversas vezes o smartphone mais buscado em sites de ofertas. O dispositivo apresentava hardware equilibrado para a época, incluindo Snapdragon 665 e 4 GB de RAM, e chamava atenção pelo preço baixo, na casa dos R$ 1.000.

Ao que parece, o intermediário pode acabar sendo reciclado em uma nova variante com melhorias singelas. Vazamentos divulgados nesta semana indicam que a Xiaomi irá resgatar o Redmi Note 8 em uma versão para 2021, substituindo o processador por uma solução MediaTek e atualizando o sistema para a versão mais recente da MIUI.

Redmi Note 8 (2021) surge no FCC

O desenvolvedor e leaker Kacper Skrzypek encontrou no banco de dados do órgão norte-americano FCC uma nova versão do Redmi Note 8, com número de modelo M1908C3JGG. A variante se diferencia do modelo lançado há dois anos por contar com chipset MediaTek Helio G85 e sair de fábrica com MIUI 12.5, baseada no Android 11, ainda que mantenha a bateria de 4.000 mAh.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Skrzypek comprovou a existência da nova versão ao investigar um dos sites oficias da Xiaomi. Ao pesquisar pelo aparelho no portal, uma lista com todas as versões do dispositivo é exibida, incluindo o Redmi Note 8 (2021). As descobertas foram então complementadas pelo perfil Xiaomiui, que divulgou mais detalhes da nova variante.

Novo modelo deve manter maioria das configurações

De acordo com o Xiaomiui, o Redmi Note 8 (2021) é identificado pelo codinome "Biloba", em referência à Ginkgo Biloba, planta medicinal de origem chinesa e uma das espécies de árvores mais antigas do mundo. Como apontado pelo FCC, o aparelho contará com chip Helio G85, mesmo utilizado no Redmi Note 9, acompanhado de 4 GB de RAM e de 64 GB ou 128 GB de armazenamento.

O carregamento rápido é um dos poucos pontos a ganhar upgrades, passando de 18 W para 22,5 W, devendo recarregar a bateria de 4.000 mAh em um tempo ligeiramente menor. No mais, a novidade deve manter quase todas as configurações presentes no Redmi Note 8 original, incluindo a câmera quádrupla de 48 MP e o visual com frente e traseira planas, bem como o entalhe em formato de gota.

Não há informações acerca da data de lançamento do Redmi Note 8 (2021), mas a passagem por órgãos de certificação indica que não falta muito para termos novidades.

Fonte: MySmartPrice

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.