Xiaomi comemora sucesso de vendas do Redmi 2

Por Redação | 08 de Julho de 2015 às 09h57

O lançamento pomposo e a estratégia de vendas um pouco fora do usual parecem ter dado muito certo para a Xiaomi, que finalmente está desembarcando no Brasil. Nesta terça-feira (07), a empresa abriu sua loja virtual para os interessados em adquirir seu único smartphone anunciado para o país, o Redmi 2, e viu as unidades do estoque inicial esgotando em algumas horas.

De acordo com Leo Marroig, diretor geral da empresa para a América Latina, o que se viu nos minutos e horas após a disponibilidade inicial do produto foi uma enorme quantidade de acessos e até mesmo algumas instabilidades no site devido à demanda pelo aparelho. Para a Xiaomi, a estratégia se mostrou um sucesso, além de ter chamado a atenção para problemas técnicos e falhas que precisam ser corrigidas.

A fabricante não disse exatamente quantas unidades do Redmi 2 foram colocadas à venda nesse primeiro dia. Por outro lado, quem não conseguiu adquirir o celular nessa primeira leva terá uma nova chance no dia 14 de julho, a partir das 18 horas (no horário de Brasília), quando a Xiaomi realiza mais uma etapa do que chama de “evento online de vendas”, com um novo estoque, também de tamanho não revelado, do smartphone. Os registros prévios já podem ser feitos pelo site Mi.com.

A ideia, de acordo com a companhia, é realizar aberturas como estas todas as terças, de forma a garantir que todos os usuários interessados possam ter acesso aos aparelhos e que a fabricante consiga dar conta da gigantesca demanda esperada. Enquanto o Redmi 2 só é vendido desta maneira, por meio dos “eventos online de vendas”, outros produtos, como fones de ouvidos, capas e acessórios estarão disponíveis o tempo todo e começam a ser vendidos nesta quarta-feira (08).

Assim como acontece na Ásia, onde é chamada de “Apple chinesa”, a Xiaomi desembarcou no Brasil com produtos focados no design e simplicidade, de olho no mercado de médio porte. Como já falamos, o Redmi 2 é o único smartphone da empresa lançado por aqui até o momento, por um preço de R$ 499 à vista ou R$ 549 em até dez vezes sem juros. Com sistema operacional Android, o dispositivo tem tela de 4,7 polegadas, câmera de 8 megapixels e processador Snapdragon 410, além de trazer suporte a dois chips.

Outros produtos oficials da Xiaomi também deram as caras por aqui. O carregador portátil Mi Power Bank, por exemplo, sai por R$ 99, enquanto o Mi Band, uma pulseira inteligente para a prática esportiva, custa R$ 95. Fones de ouvido e capas protetoras para o Redmi 2 também estão à venda. Assim como o smartphone, todo o processo acontece única e exclusivamente por meio do site oficial da marca.

Fonte: Xiaomi

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.