Sucessor do Xiaomi Mix Fold deve ter câmera escondida abaixo da tela interna

Sucessor do Xiaomi Mix Fold deve ter câmera escondida abaixo da tela interna

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 28 de Outubro de 2021 às 12h10
Reprodução/Xiaomi

Depois de apresentar o smartphone dobrável Mix Fold em março deste ano, a Xiaomi já prepara o seu sucessor, com novos recursos para fazer frente à linha Galaxy Fold da Samsung. Ainda não são conhecidos muitos detalhes sobre o dispositivo, mas informações do conhecido perfil Digital Chat Station apontam para a implementação de uma câmera escondida abaixo da tela, para otimizar o aproveitamento do display interno.

Mix Fold atual foi apresentado em março deste ano (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

A tecnologia já é vista em poucos aparelhos no mercado atual, e é implementada no Mix 4, aparelho que também foi apresentado pela marca na mesma época do Mix Fold. Portanto, é possível dizer que a Xiaomi já tem alguma experiência com câmeras escondidas abaixo do display, mesmo que ainda não tenha utilizado o recurso em modelos dobráveis.

O objetivo da marca chinesa é claro: fazer concorrência direta ao Galaxy Z Fold 3 (ou um suposto Z Fold 4, dependendo da data de lançamento dos dispositivos), aparelho que já traz câmera escondida abaixo do display interno de 7,6 polegadas. Além disso, o dispositivo da Samsung já traz taxa de atualização adaptativa de até 120 Hz, tanto na tela interior quanto na exterior.

Portanto, de acordo com o Digital Chat Station, o novo aparelho dobrável da Xiaomi também poderá vir com uma maior taxa de atualização na tela interna — o Mix Fold atual possui suporte para 90 Hz apenas no display exterior de 6,52 polegadas, enquanto a porção interior de 8 polegadas fica limitada aos 60 Hz.

Mix 4 já tem câmera abaixo do display (Imagem: XDA Developers)

Caso a Xiaomi mantenha a mesma cronologia de lançamentos de outros aparelhos da linha Mix, é possível que o novo dobrável seja apresentado em algum momento do primeiro semestre de 2022. Portanto, o celular já deve estar em pleno desenvolvimento, o que significa que novos rumores poderão surgir rapidamente ao longo das próximas semanas ou meses — além disso, o celular deverá abandonar a nomenclatura "Mi", assim como foi feito em smartphones mais recentes da Xiaomi.

Fonte: Gizchina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.