Senado americano pressiona Apple por respostas sobre lentidão dos iPhones

Por Redação | 12 de Janeiro de 2018 às 10h52
photo_camera Huffington Post
TUDO SOBRE

Apple

Quem achava que a polêmica da lentidão proposital dos iPhones tinha chegado ao fim, está enganado. Mesmo com a Apple oferecendo desconto na troca das baterias, um senador dos Estados Unidos ainda não está satisfeito e exige que a companhia responda a novas perguntas.

O republicano John Thune publicou uma carta ao CEO da Apple, Tim Cook, reclamando que a companhia deveria ser mais transparente pois o volume de críticas contra as suas medidas é enorme. O senador ainda questionou se a empresa considerou oferecer as baterias de forma gratuita em vez de aproveitar para divulgar a peça com descontos.

Entre as reclamações de Thune também está o fato de que a Apple não informou os consumidores sobre a possível lentidão com a atualização do software, perguntando ainda se o mesmo sistema já foi usado anteriormente em iPhones mais antigos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Desde que a polêmica foi a público, a companhia recebeu diversos processos em alguns países, mas principalmente nos Estados Unidos. A Apple publicou um pedido de desculpas e anunciou que usuários que quiserem fazer a troca da bateria dos aparelhos poderão fazê-la com desconto.

De acordo com a companhia, conforme os sistemas vão ganhando mais recursos e possibilidades, iPhones mais antigos podem passar por inconveniências como desligamentos inesperados e travamentos. Por isso, a melhor solução encontrada foi reduzir o desempenho dos processadores para poupar a bateria.

A Apple ainda não se pronunciou sobre a carta e John Thune exige que as respostas sejam dadas até o dia 23 de janeiro.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.