Samsung pode acabar com a linha Galaxy Note em breve; entenda o motivo

Por Felipe Ribeiro | 16 de Setembro de 2019 às 10h12
Tudo sobre

Samsung

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais

Já há algum tempo a Samsung lança duas linhas de flagships no mesmo ano, subdividindo os aparelhos por semestre: no primeiro, vêm os aparelhos da linha Galaxy S; no segundo, os da linha Galaxy Note. Mas circula um boato de que tudo isso pode acabar já no próximo ano. O leaker Evan Blass diz ter apurado com fontes bem "sólidas" de que a Samsung tem planos concretos de unificar as duas linhas.

A gigante sul-coreana já deu algumas pistas em uma coletiva de imprensa neste ano de que essa fusão pode ocorrer, dando a entender que, como já estamos chegando na 11ª versão de ambas as linhas, seria o momento propício para uma mudança de nome, ou um "reboot", por assim dizer.

Muito parecidos

Durante os primeiros anos do Galaxy S e Galaxy Note, houve uma clara distinção entre os dois. No entanto, desde a chegada das linhas Galaxy S6 e Galaxy Note 5, em 2016, as diferenças foram reduzidas e a sobreposição aumentou visivelmente. Muitos até argumentaram que os recentes dispositivos Galaxy Note são simplesmente modelos Galaxy S com uma S Pen - e parece que a Samsung também parece resiliente quanto a isso.

É possível que uma linha chamada "Galaxy One" possa chegar já no ano que vem, segundo essa fonte. Mas, claro, a Samsung não confirma absolutamente nada.

Galaxy S10 e Note 10 (Imagem: PhoneArena)

Se for aprovada essa fusão, a nova linha de produtos da Samsung representará essencialmente uma nova linha de flagships em que a caneta S Pen apareceria nos modelos mais caros. Além disso, com essa união, uma grande lacuna de lançamentos ficaria disponível no calendário da empresa, o que sugere um outro boato: a entrada de uma linha sequencial de smartphones dobráveis.

Segundo a fonte, a esperança dentro da Samsung é de preencher o ponto de lançamento desocupado com um sucessor do Galaxy Fold. Essa ideia depende muito do desempenho de vendas do Fold atual e aceitação do público como um todo.

Imagem: Phone Arena

Segundo as informações mais recentes, o Galaxy Fold de segunda geração terá um display OLED flexível de 6,7 polegadas que um pequeno furo para a câmera de selfie e dobrará verticalmente, tal qual o vindouro Motorola Razr, ao invés de dobrar horizontalmente, como o original. É possível, também, que este modelo, em particular, seja mais fino, mais compacto e mais barato. No entanto, deve visar compradores mais interessados ​​"lifestyle" do que em tecnologia.

Fonte: PhoneArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.