Rumor | Apple traz iPhone X de volta para equilibrar desempenho fraco do XS

Por Rafael Arbulu | 22 de Novembro de 2018 às 13h45
9to5Mac
Tudo sobre

Apple

Os novos modelos do smartphone da Apple — especificamente, o iPhone XS e o iPhone XS Max — não estão desempenhando um bom papel no varejo, estando abaixo do esperado pela fabricante de Cupertino. A situação seria tão grave que, segundo reportagem do jornal americano Wall Street Journal, a empresa estaria trazendo de volta à linha de fabricação o modelo anterior aos celulares mais recentes, o iPhone X, a fim de equilibrar os números e cumprir com metas internas de vendas. Mais além, a manobra serve para cumprir um acordo da Apple feito com a Samsung, onde a primeira teria um certo número de displays OLED da segunda.

Trocando em miúdos, o processo pelo qual a Apple vem teoricamente passando é o seguinte: os novos aparelhos não estão vendendo em volume suficiente para justificar a fabricação de novas unidades, o que consequentemente faz com que os displays adquiridos fiquem estocados. Por causa disso, a Apple decidiu ressuscitar o iPhone X — que também usa display OLED — a fim de usar as telas remanescentes e, consequentemente, fazer novas encomendas à Samsung. Como o modelo da geração anterior é, especula-se, mais barato de ser fabricado e montado, a Apple consegue colocar mais unidades dele nas prateleiras.

A volta à vida: Apple estaria trazendo de volta o iPhone X para equilibrar vendas fracas dos modelos Xr, Xs e Xs Max e equilibrar metas de produção

Além do Xs e Xs Max, o iPhone XR também está passando por turbulências: devido à manutenção do iPhone 8 — mais antigo, mas com hardware similar e preço menor — no mercado, o Xr vem tendo desempenho aquém do previsto, forçando a Apple a reduzir sua produção nas linhas de montagem, conforme o Canaltech noticiou em novembro.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O iPhone X foi oficialmente descontinuado quando se deu o lançamento dos três novos modelos, a fim de favorecê-los no varejo como as opções mais atualizadas da linha de smartphones da Apple.

Como é comum à política corporativa da empresa, a Apple não teceu nenhum comentário oficial sobre a reportagem do Wall Street Journal.

Fonte: Wall Street Journal (pago); The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.