Pesquisa mostra pouca animação dos consumidores da Apple com a linha iPhone 13

Pesquisa mostra pouca animação dos consumidores da Apple com a linha iPhone 13

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 06 de Outubro de 2021 às 14h54
Divulgação/Apple

Uma pesquisa feita pelo portal SellCell mostra que os consumidores não estão muito animados depois do lançamento da linha iPhone 13. Mais de 5 mil usuários de iPhone nos Estados Unidos responderam a uma série de perguntas relacionadas com a nova geração de smartphones da Apple, e os resultados indicam que os novos celulares não geraram muito apelo.

Entre as pessoas que ainda não compraram um aparelho da última geração, apenas 23,2% indicaram que ainda pretendem adquirir algum dos quatro modelos de iPhone apresentados pela Maçã no evento do mês passado. Enquanto isso, 76,8% devem ficar com seus celulares atuais — em comparação com uma pesquisa similar feita antes do lançamento oficial, a intenção de compra teve uma proporção reduzida em cerca de 20%.

Maioria dos usuários de iPhone não pretende comprar celulares da nova geração (Imagem: SellCell)

Já entre os consumidores que pensam em atualizar seus celulares, 42,5% pretendem adquirir o iPhone 13 Pro, enquanto 26,3% devem pegar o iPhone 13 Pro Max e 22% se interessam pelo iPhone 13. O iPhone 13 mini segue como o menos popular da linha, com apenas 9,2% dessa parcela de compradores, o que justifica a possível decisão da Apple de substituí-lo por um iPhone 14 Max na próxima geração.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em uma escala que representa a animação dos consumidores com as novidades da linha iPhone 13, 64% disseram que os smartphones são pouco ou nada empolgantes, enquanto 21,5% falaram que eles são relativamente empolgantes, e apenas 14% acharam os lançamentos muito ou extremamente empolgantes.

Entre os recursos da série iPhone 13 que mais atraíram as pessoas estão a tela ProMotion de 120 Hz com 34,1% das respostas, e a maior autonomia de bateria, que foi apontada por 25,3% dos compradores — o Modo Cinemático para gravação de vídeos, um dos atrativos mais divulgados no evento de lançamento da Apple, chamou a atenção de apenas 5,4% das pessoas.

Além disso, o principal motivo que levou os consumidores a pular essa geração é a falta do TouchID (29,3%), seguido pelos poucos recursos novos (19,5%) e o fato de que o aparelho atual ainda satisfaz as necessidades (12,1%).

Modo Cinemático não gerou muito apelo (Imagem: SellCell)

A pesquisa também mostrou que grande parte das pessoas que não comprarão algum aparelho da linha iPhone 13 vão aguardar até o lançamento do iPhone 14 (36,8%), enquanto outros não vão adquirir novos aparelhos nos próximos dois anos (32,3%), vão migrar para um dispositivo Android (16,1%) ou mesmo poderão comprar um iPhone mais antigo (11,3%).

De qualquer forma, apesar de não ser muito popular entre as pessoas que responderam a pesquisa, a linha iPhone 13 segue com altos índices de venda pelo planeta. O produto foi esgotado em poucas horas na China com mais de dois milhões de pedidos, e deve ultrapassar as vendas da série iPhone 12 em seu período de lançamento.

Fonte: SellCell

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.