O que é e como funciona o Modo Noturno da câmera do celular

O que é e como funciona o Modo Noturno da câmera do celular

Por André Lourenti Magalhães | Editado por Bruno Salutes | 18 de Agosto de 2021 às 21h00
Jason Leung/Unsplash

Tirar fotos durante a noite ou em ambientes com pouca iluminação já foi um grande problema. Para capturar com mais detalhes, uma alternativa era utilizar o flash, mas isso resultava em muitas fotografias das pessoas com os olhos fechados. Uma solução encontrada foi o modo noturno, presente em câmeras de iPhone e dispositivos Android, que traz registros com correção de iluminação e sem a necessidade de luz adicional.

O que é o modo noturno na câmera do celular

Celulares da Samsung oferecem acesso ao modo noturno no menu de opções (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O modo noturno, também denominado modo Noite, é um recurso presente nas câmeras de celulares com o objetivo de otimizar a captura de fotos em ambientes com pouca iluminação. Para funcionar, utiliza uma combinação de diferentes ajustes nas lentes da câmera com o software de processamento de imagens do aparelho. O resultado é uma foto com muitos detalhes, iluminação otimizada.

No iOS, essa funcionalidade está presente desde o iPhone 11, e a câmera automaticamente ativa o modo ao identificar baixa iluminação no ambiente. No Android, também existe essa identificação automática, mas câmeras da Samsung permitem ativá-lo de forma manual. Para um resultado mais estável, é recomendado segurar firme o celular ou fixá-lo em um tripé.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Antes de entender o funcionamento do modo, é necessário abordar resumidamente alguns conceitos sobre fotografia: ISO, exposição e velocidade do obturador. ISO é um padrão usado para determinar a sensibilidade à luz em um sensor ou lente. Quanto maior o número do ISO na configuração, maior a sensibilidade, o que pode trazer melhores resultados em ambientes escuros, porém com ruídos na imagem.

A exposição refere-se à quantidade de luz absorvida pelos sensores da câmera no momento do disparo: uma exposição mais alta ou mais baixa tem um impacto direto no brilho das fotos. A velocidade do obturador, por outro lado, consiste no tempo em que os sensores são expostos à luz. Tem efeito na iluminação da foto, mas pode trazer resultados pouco nítidos em velocidades mais baixas. A combinação desses três fatores em um ambiente com pouca luz ajuda a tirar uma foto com detalhes, e o modo noturno atua para trazer o resultado ideal.

Como funciona o modo noturno na câmera do celular

Exemplo do modo Noite em uso no iPhone (Imagem: Lucas Wetten/Captura de tela)

Como já foi mencionado anteriormente, o modo noturno é o resultado de uma combinação entre hardware e software. A câmera dispara várias fotos em sequência, cada uma com configurações diferentes de exposição, velocidade do obturador e ISO. Em seguida, o software de processamento de imagem agrupa várias capturas em uma só imagem, o que cria uma foto com maior nitidez, iluminação e equilíbrio entre sombras e destaques.

O processo de captura é mais demorado do que o de uma foto convencional. Por conta disso, é muito importante manter a câmera estável e na mesma posição durante todos os disparos para evitar ângulos diferentes ou imagens borradas. No Android e no iOS, a interface do aplicativo exibe quantos segundos serão necessários para completar os disparos múltiplos.

Você utiliza o modo noturno da sua câmera? Deixe sua opinião sobre os resultados!

Fonte: AndroidAndroid Authority, Apple, Canon, HowToGeek, Samsung

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.