LG explica como ficam as atualizações de sistema após fechar divisão de celular

Por Igor Almenara | 05 de Abril de 2021 às 09h35
Ilan Dov/Unsplash

Nesta segunda-feira (5), a LG confirmou o encerramento das operações de sua divisão de celulares, mas esse não será o fim das atualizações de software para os aparelhos que já foram vendidos. Numa declaração para a imprensa, a LG confirmou que o Android 11 e o futuro Android 12 ainda chegarão a alguns aparelhos, contudo, tal distribuição varia conforme a região.

Apesar de estar se retirando do segmento, a sul-coreana se comprometeu a fornecer suporte para seus atuais usuários em todo o mundo, mas com condições diferentes para cada continente. A LG “continuará entregando suporte e atualizações de software para aparelhos comercializados, por um tempo variável por região”, de acordo com nota divulgada para a imprensa.

Os aparelhos contemplados nessa lista de pendências em todo o mundo devem incluir os modelos LG Velvet e LG Wing, dois dos mais importantes e recentes lançamentos notáveis da companhia.

Logicamente, essa política pode cair por terra a qualquer momento. A LG se absteve quando questionada sobre a entrega de novas versões do Android até mesmo nos Estados Unidos, um dos maiores mercados de celulares do mundo. Portanto, o alcance das compilações pode ser mais limitado que a atuação de mercado da gigante.

Sobre o Brasil, a LG não entrou em detalhes sobre a lista de aparelhos que ainda serão atualizados por aqui, tampouco quais pacotes estão na fila para chegar ao território nacional. O Canaltech entrou em contato com a companhia, mas não obteve resposta até a publicação deste texto; as informações serão atualizadas assim que houver um retorno da filial brasileira da LG.

Posicionamento da LG no Brasil

A divisão da LG responsável pelo mercado brasileiro alinhou seu discurso com o comunicado original e disse que "mantem o compromisso" com seus clientes de smartphones nas políticas de garantia, seguindo os termos de cada um dos países.

No Brasil, as leis que determinam período mínimo para o fornecimento de suporte não são objetivas, atribuindo a responsabilidade dessa decisão aos órgãos de defesa do consumidor. Contudo, a LG não entrou em detalhes sobre o tempo de suporte ou o encaminhamento de atualizações para smartphones vendidos no Brasil.

Mais notícias em relação às atualizações, assim como possíveis cronogramas, podem ser divulgados no futuro. Por enquanto, então, cabe ficar ligado no Canaltech para conferir novidades o quanto antes.

Fonte: LG

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.