LCD, IPS, OLED, AMOLED: Quais são os tipos de telas utilizadas nos smartphones?

Por Andressa Neves | 19 de Abril de 2018 às 19h10

Quais são os critérios que você usa na hora de escolher um smartphone? Provavelmente, na avaliação você leva em consideração a marca, as especificações, qualidade da câmera, duração da bateria, preço e opiniões sobre o modelo. Porém, você já pensou em colocar entre os critérios o tipo de display do celular?

Basicamente, há cinco tipos diferentes de telas para smartphones: LCD, IPS, OLED, AMOLED e Super AMOLED. Com características próprias, cada uma delas influencia na experiência e na usabilidade do dispositivo.

Para você entender a diferença entre elas, o Canaltech vai explicar suas peculiaridades e suas vantagens. Confira:

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

LCD

Para quem não sabe, LCD significa “Liquid Cristal Display”, ou "Tela de Cristal Líquido" em português. As telas de LCD são compostas por cristais líquidos transparentes, que, quando submetidos a correntes elétricas, sofrem uma alteração molecular. Nesse processo, os cristais, anteriormente transparentes, ficam opacos, fazendo com que a passagem de luz da placa “backlight” (que se mantém acesa) seja barrada.

Apesar de muito utilizadas em smartphones, as telas LCD são as menos econômicas. Como a camada backlight fica acesa constantemente, há grande consumo de energia, o que é pouco interessante para quem precisa de um smartphone com grande duração de bateria.

IPS

Os displays IPS, "In-Plane Switching", ou "Comutação Plana" na tradução, são, basicamente, uma variação das telas LCD. A grande diferença entre ambas é a proximidade das moléculas de cristal líquido, que nas telas IPS ficam perto da superfície da display. Isso acontece porque, enquanto no LCD as moléculas ficam desorganizadas, na tecnologia IPS os cristais se agrupam, resultando em melhor qualidade de imagem.

OLED

Evoluídas do LED, as telas OLED ("Organic Light-Emitting Diode", ou "Diodo Emissor de Luz Orgânica") utilizam em sua composição diodos emissores, e não cristais líquidos. Por isso, os displays OLED dispensam a camada backlight, já que os diodos são responsáveis pela emissão de sua própria luz. A consequência é o menor consumo de energia e a estrutura mais fina do aparelho.

AMOLED

Ideal para quem gosta de assistir vídeos e jogar no smartphone, as telas AMOLED ("Active-Matrix Organic Light-Emitting Diode", ou "Matriz Ativa de Diodo Orgânico Emissor de Luz", em português) podem ser uma excelente escolha. Derivadas do OLED, essas telas são compostas em quatro camadas: ânodo, orgânica, cátodo e circuitos, capazes de melhorar a responsividade dos comandos e, consequentemente, tornando as imagens mais fluidas.

Super AMOLED

Criadas pela Samsung, as telas Super AMOLED são a atualização da tecnologia AMOLED. Com a inclusão de uma camada sensível ao toque, os smartphones com displays Super AMOLED dispensam a camada de vidro do aparelho. O resultado disso é melhor definição, maior fluidez, menor consumo de energia e estrutura mais leve para o dispositivo.

Novidade: MicroLED

Apesar de o foco das fabricantes estar nos painéis OLED e AMOLED, há uma tecnologia ainda mais recente. A promessa para o futuro é o MicroLED, que, apesar de ser composto por diodos emissores de luz, difere do OLED em um detalhe importante. Enquanto o OLED tem como base materiais orgânicos, o MicroLED é baseado em materiais inorgânicos. Isso significa que os dispositivos podem ficar ainda mais finos, já que o MicroLED dispensa camadas de polarizadores e encapsulamento. Outra vantagem é que o MicroLED demanda menos energia, reduzindo o consumo em 50% quando comparado ao OLED. 

Vale lembrar que cada tipo de tela impacta diretamente no uso dos smartphones, mas também no preço. Antes de fazer a sua escolha, verifique o custo-benefício do aparelho e se certifique de que o modelo atende às suas necessidades.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.