iPhone 8 pode contar com sistema 3D de reconhecimento facial

Por Redação | 04 de Julho de 2017 às 09h44

O reconhecimento facial pode ser a próxima fronteira de segurança para o iPhone. De acordo com relatos ainda não confirmados, a Apple estaria trabalhando ativamente no desenvolvimento de um sistema desse tipo, com direito não apenas a um leitor de íris, mas também a um sensor dedicado exclusivamente para esse fim capaz de capturar as imagens dos rostos dos usuários em três dimensões a partir da câmera.

O trabalho intenso seria justificado por uma ambição tão grande quanto, já que a ideia seria utilizar o recurso não apenas para desbloquear o aparelho, mas também para autenticar pagamentos ou fazer logins em aplicativos. A preocupação com a segurança e precisão, então, deve ser um dos focos da Apple no momento, com uma tecnologia que se encontra em fase de testes.

Para garantir que tudo funcione direito, a companhia estaria usando uma abordagem semelhante à do Touch ID, sua solução biométrica, adotando o uso de um sensor que trabalha exclusivamente nesse fim. Além disso, os outros componentes, como a câmera e o leitor de íris, funcionam em conjunto para garantir que a solução funcione mesmo com o celular deitado em uma mesa.

Além disso, a ideia de usar recursos tridimensionais vem para garantir que ninguém use uma foto ou vídeo para desbloquear o dispositivo, algo que aconteceu bastante com o rival Galaxy S8, da Samsung. Isso levou a marca sul-coreana a não recomendar a utilização de seu leitor de íris como um recurso de segurança em si, removendo seu uso para pagamentos, por exemplo, mantendo-o apenas como forma de liberar o uso do smartphone.

Os rumores apontam, ainda, para o fim do Touch ID nos aparelhos da Apple e sua substituição completa pela nova solução. Essa possibilidade, apesar de bastante possível para o futuro, parece irreal no momento atual, já que o leitor de impressões digitais não apenas é uma das características mais reconhecidas dos iPhones, como também está integrada a todas as soluções da Apple.

Boatos também apontam para a presença da tecnologia de reconhecimento facial – ao lado do leitor biométrico ou não – apenas na versão “premium” do iPhone 8. É essa a versão que contaria com tela OLED, leitor de impressões digitais sobre o display e todo tipo de nova tecnologia, enquanto as versões “comuns” teriam evoluções em termos de design e performance, mas seriam mais parecidas com as atuais.

Outras características do provável novo iPhone incluem bordas laterais mais finas, com a sensação de tela infinita, carregamento mais rápido e por indução e câmeras duplas em todas as três variantes do dispositivo. A Apple, como sempre, nem comenta o assunto. O anúncio de sua nova geração de smartphones deve acontecer nos próximos meses, com um lançamento esperado para o final do ano.

Fonte: Bloomberg

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.