iPhone 14 deverá manter porta Lightning, mas com transferências mais rápidas

iPhone 14 deverá manter porta Lightning, mas com transferências mais rápidas

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 19 de Abril de 2022 às 13h40
9to5Mac

A cada nova geração dos iPhones, há uma expectativa de vários usuários para que a Apple finalmente utilize um conector USB-C em seus celulares, em vez da tradicional porta Lightning usada desde o iPhone 5. Porém, os rumores mais recentes indicam que a marca deve manter o mesmo padrão dos últimos 10 anos.

A boa notícia é que a marca pode ao menos atualizar a interface para permitir a transferência de arquivos a velocidades de até 4,8 Gbps, compatível com o padrão USB 3.0. Para efeito de comparação, os atuais modelos possuem suporte USB 2.0 para apenas 480 Mbps — isso de acordo com especialistas, já que a Apple não divulga estes dados de forma oficial.

Portanto, a velocidade cerca de 10x mais alta poderá ser bastante útil junto a outros recursos que são esperados para os novos iPhone 14, em especial a capacidade de gravação de vídeos em 8K, que produzirá arquivos bem maiores, especialmente em modo ProRes. Não se sabe ainda, porém, se a nova conexão ficaria restrita ao iPhone 14 Pro e 14 Pro Max ou se seria levada também ao iPhone 14 e 14 Max.

iPhone sem entradas é plano distante

iPhone 14 deverá manter porta Lightning (Imagem: Cult Of Mac)

Diversas especulações anteriores já apontaram que a Apple não coloca uma entrada USB-C nos iPhones pois pretende fazer o salto direto para um aparelho de construção lisa, sem portas. Mesmo que este seja o sonho de muitas pessoas, um dispositivo deste tipo ainda não está nos planos de curto prazo da marca.

Na verdade, a persistência da entrada Lightning é de grande interesse para a Maçã. Com ela, é possível gerar consideráveis receitas em direitos de utilização, pagas por marcas de acessórios como carregadores, dongles, hubs, entre diversos outros.

Além disso, a velocidade das transferências de arquivos ainda é significativamente inferior por meio de tecnologias wireless. Situação semelhante acontece com a recarga da bateria, que no momento é limitada a apenas 15 W no MagSafe — a Apple não deverá abrir mão das entradas físicas antes de aumentar a eficiência nestes dois aspectos.

É bastante provável que até mesmo a linha iPhone 15 mantenha as entradas físicas, e somente o iPhone 16 ou mesmo o iPhone 17 sejam responsáveis por aposentá-las. Porém, como ainda há uma distância de vários anos até estes modelos, é difícil fazer qualquer previsão mais concreta.

Fonte: iDropNews

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.