Huawei Mate X será lançado em setembro e virá de fábrica com sistema Android

Por Rafael Rodrigues da Silva | 24 de Junho de 2019 às 18h02
Cars and Gadgets
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Huawei Mate X

Ficha técnica

Em entrevista para o site TechRadar nesta segunda (24), Vincent Pang, presidente de operações da Huawei na Europa Oriental, revelou que o tão aguardado Mate X — o primeiro smartphone com tela dobrável da companhia — deverá chegar nos próximos meses. Apesar de não revelar uma data exata, o executivo confirmou que, no mais tardar, o aparelho deverá chegar às lojas ainda em setembro.

Pang não descarta a possibilidade de esse lançamento acontecer antes, mas afirma que setembro é a data limite na qual com certeza o aparelho chegará às lojas. Perguntado sobre em quais países o Mate X será lançado, Pang afirmou que ele chegará em todos os que possuem uma infraestrutura de rede 5G — claro, com exceção dos Estados Unidos, onde os produtos da empresa estão proibidos de ser lançados.

O executivo também confirmou que o aparelho será lançado utilizando o sistema Android, acabando de vez com os rumores de que ele poderia ser o primeiro aparelho da empresa a já vir de fábrica com o sistema operacional próprio da Huawei. Isso quer dizer que o contrato para uso do sistema Android já estava assinado antes da decisão do presidente Trump de banir qualquer empresa dos Estados Unidos de fechar negócios com a Huawei, e por isso o Mate X não está sendo afetado.

Desde o banimento da empresa chinesa nos Estados Unidos, as redes sociais estão cheias de rumores de que, por conta dessa decisão, a Huawei pudesse desistir de lançar o aparelho. Entretanto, Pang garante que isso não afetou em nada os planos da empresa para o aparelho.

Segundo o executivo, o adiamento da lançamento se deve à estrutura de redes 5G de mercados chave para a empresa — como o Reino Unido, que inaugurou este mês a sua primeira rede do tipo. Assim, a empresa decidiu esperar um pouco mais para lançar seu dispositivo, mas a janela definida internamente sempre foi a do “verão de 2019” no hemisfério norte (período entre 21 de julho e 21 de setembro).

E, exatamente por causa disso, Pang também coloca em disputa essa história de “atraso” no lançamento, já que ainda não houve atraso: a empresa sempre definiu que lançaria o Mate X entre o fim de julho e o fim de setembro, e esta janela está sendo mantida em todo o cronograma da empresa. Ele afirma que o problema foi criado por um jornalista durante a cobertura da MWC 2019 em Barcelona, que publicou em sua matéria a janela de lançamento de “verão de 2019” como um lançamento em julho de 2019 — e, desde então, toda a internet tem trabalhado com esta data, mesmo que essa nunca tenha sido a intenção da empresa.

Quando perguntado sobre o que a empresa está fazendo para evitar o mesmo papelão da Samsung — que devido a problemas de fragilidade da tela foi obrigada a retirar das lojas o Galaxy Fold dias antes do lançamento e ainda não revelou uma nova data para o modelo chegar às lojas —, Pang preferiu manter segredo, revelando apenas que a empresa tem feito muitos testes para que o mesmo tipo de coisa não aconteça a eles.

Quando chegar às lojas nos próximos meses, o Mate X será basicamente o mesmo aparelho que foi mostrado durante a MWC em fevereiro deste ano, apenas com algumas mudanças no software que farão com que os programas se adaptem melhor a uma visualização em tela cheia quando o aparelho estiver totalmente aberto. A Huawei ainda não deu nenhuma pista sobre o preço do produto, mas é quase certo que ele custará mais do que US$ 1000.

Fonte: TechRadar

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.