Huawei Mate 40 deve ser o último celular com processador Kirin; saiba por quê

Por Rubens Eishima | 07 de Agosto de 2020 às 15h01
Huawei
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Mate 40 5G

Ficha técnica

Um dos chefões da Huawei, Richard Yu afirmou que os estoques da empresa para os processadores Kirin estão esgotados antes mesmo da data limite para o fim do fornecimento dos processadores imposto pelos Estados Unidos. Apesar disso, o CEO da divisão de negócios para consumidores da empresa garantiu o lançamento do novo Mate 40, equipado com algumas das últimas unidades dos chips.

Yu disse em um congresso de TI que a divisão da Huawei faturou 255,8 bilhões de iuanes no primeiro semestre de 2020 (quase R$ 200 bilhões), com um volume de remessas de 105 milhões de celulares ao redor do mundo no período.

Despedida

O executivo afirmou ainda que o lançamento da linha Mate 40 está confirmado para este semestre. O modelo será equipado com o processador Kirin 9000, o último componente da família topo de linha da subsidiária HiSilicon.

Sucessor do Mate 30 está garantido, afirmou Richard Yu (imagem: Huawei)

Apesar do bloqueio aos processadores da Huawei, o mais provável é que o componente já estivesse em fabricação antes das sanções do governo norte-americano. O decreto assinado por Donald Trump em maio permite o fornecimento de chips já encomendados pela HiSilicon até o dia 15 de setembro.

O fim do estoque anunciado por Yu pode ser entendido de forma que a fabricante já dá como certo o destino dos chips remanescentes e a receber.

A Huawei, por meio de sua subsidiária HiSilicon, produz os processadores Kirin (para celulares) e Kunpeng (para servidores), além dos modens Balong, em fábricas terceirizadas como a TSMC e a SMIC.

Ainda que as sanções dos EUA não afetem a chinesa SMIC, a empresa não domina os processos de fabricação mais avançados da taiwanesa TSMC — de 10 ou 7 nm — para fabricar os processadores topo de linha da Huawei, como o Kirin 990. O processo mais avançado da SMIC atualmente é o de 14 nm (em tese, quanto menor o número, mais moderna é a técnica de fabricação), utilizado no processador para celulares básicos Kirin 710A.

Fonte: ITHome

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.