Honor prepara anúncio de celular de tela enorme e novo smartwatch

Honor prepara anúncio de celular de tela enorme e novo smartwatch

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 05 de Outubro de 2021 às 15h55
Wallace Moté/Canaltech

Já pronta para lançar seu primeiro celular dobrável, inspirado no Huawei Mate X2, a Honor pode lançar ainda neste mês um smartphone enorme como seu nome sugere. A chinesa estaria trabalhando em um aparelho que romperia a barreira das 7 polegadas de tela, trazendo uma bateria generosa de 6.000 mAh para dar conta disso.

Chamado por enquanto de Honor X20 Max, o celular traria tela de 7,2 polegadas, com um bom aproveitamento frontal para reduzir seu tamanho físico total. Porém, se seguir o design do X20 regular, é possível que a borda inferior acabe sobressaltada.

(Imagem: Reprodução/Honor)

Cogitado para trazer o chip MediaTek Dimensity 1100, o celular deverá, assim, se posicionar em performance acima do Honor X20. Então, por mais que demais características ainda não tenham sido anunciadas, poderíamos esperar que sua tela enorme oferte pelo menos resolução Full HD, e ele chegue ao mercado com opções de 8 GB de RAM e até 256 GB de armazenamento interno.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Caso ele repita o conjunto de câmeras do seu irmão já lançado, poderia chegar com um sensor wide principal de 64 megapixels (f/1.9), macro de 2 MP (f/2.4), e um sensor terciário de profundidade. A frontal, então, teria 16 megapixels (f/2.0).

Intermediário de tela grande

Como dá para perceber, o Honor X20 Max não deverá ser nenhum flagship. Os esforços da marca para esse segmento estão concentrados na linha Magic 3, que até então conta com três representantes e deve chegar em breve às lojas na Europa. Mesmo assim, o potencial intermediário deverá ser anunciado ao lado de um novo smartwatch, o Watch GS3.

Ambos deverão ser anunciados em outubro, mas por questões estratégicas, a Honor poderá lançá-los em novembro. Isso porque em novembro acontece o festival 11/11, uma data muito importante para o comércio chinês apelidada de dia dos solteiros.

Vale lembrar, a Honor não é mais uma subsidiária da Huawei, e isso permite que ela avance globalmente. Os Estados Unidos estão de olho neste movimento, e estariam estudando sanções possíveis que poderiam frear a expansão da marca.

Fonte: Weibo, GSM Arena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.