HMD Global lança três novos smartphones sob a marca Nokia

Por Diego Sousa | 19 de Março de 2020 às 18h15
Reprodução/HMD Global

A HMD Global, empresa detentora da marca Nokia, realizou uma transmissão online nesta quinta-feira (19) para apresentar seus novos smartphones. São quatro novidades: o ‘baratinho’ Nokia 1.3 com Android Go; o intermediário Nokia 5.3; o intermediário premium Nokia 8.3 com rede 5G; e o clássico Nokia 5310. Confira os principais recursos de cada um dos modelos.

Nokia 1.3: smartphone de entrada com Android GO

Nokia 1.3 já havia vazado na Web, revelando seu design (Foto: Reprodução/HMD Global)

O mais acessível dos três é o Nokia 1.3. Vazado um dia antes do lançamento, o ‘baratinho’ possui tela IPS LCD de 5,71 polegadas e resolução HD+. O notch em formato de gota abriga uma câmera frontal de 5 MP, enquanto o sensor traseiro traz apenas 8 MP.

Sob o capô, há um processador Snapdragon 215, acompanhado com 1 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno (expansíveis via cartão de memória de até 400 GB). Apesar de modesto, não espere um desempenho ruim, já que o smartphone roda uma versão otimizada do Android chamada Android GO.

Ou seja, tanto o sistema quanto os aplicativos do Google, como Maps, Gmail, YouTube e Google Assistente, ocupam menos espaço e exigem muito menos do processamento do celular. Aliás, há um botão exclusivo para acessar o comando de voz.

Graças ao menor processamento, a bateria de 3.000 mAh promete durar mais do que aparenta, embora não haja suporte para carregamento rápido.

O Nokia 1.3 estará disponível a partir do próximo mês nas cores preto, azul e bege. Seu preço sugerido é de 95 euros, ou cerca de R$ 520 em conversão direta.

Especificações técnicas do Nokia 1.3

  • Corpo: plástico 3D;
  • Tela: 5,71 polegadas IPS LCD com resolução HD+;
  • Processador: Snapdragon 215 de baixo custo;
  • Memória RAM: 1 GB;
  • Armazenamento interno: 16 GB;
  • SO: Android 10 (Go Edition);
  • Câmeras: 1 traseira de 8 MP + 1 frontal de 5 MP;
  • Recursos: botão dedicado ao Google Assistente;
  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Cores: preto, azul e bege.

Nokia 5.3: intermediário com quatro câmeras

Intermediário da Nokia é uma espécie de Moto G8 (Foto: Reprodução/HMD Global)

Partindo para a categoria dos intermediários, o Nokia 5.3 não traz muitas novidades em relação à maioria dos concorrentes. Sua tela tem 6,55 polegadas com proporção mais esticada (20: 9), mas a resolução é apenas HD+.

O notch em formato de gota também está presente, abrigando uma câmera frontal de 8 MP. Já na traseira, podemos ver uma câmera principal de 13 MP, além de uma ultrawide (ultra grande-angular) de 5 MP, uma macro de 2 MP e um sensor ToF 3D de 2 MP.

Por dentro, o Nokia 5.3 é equipado com um processador Snapdragon 665 da Qualcomm, o mesmo presente na linha Moto G8, da Motorola. A diferença é que ele traz opções com 3 GB, 4 GB ou 6 GB de memória RAM e 64 GB, ou 128 GB de armazenamento interno.

Assim como todos os celulares da HMD Global, a versão modificada do Android 10 promete ser bastante limpa, além de trazer botão dedicado para o Google Assistente. O Nokia 5.3 é equipado com uma bateria de 4.000 mAh, provavelmente com suporte ao carregamento rápido. Segundo a HMD, o smartphone oferece até 22 horas de conversação ou 1.875 dias em standby com uma única carga.

O Nokia 5.3 estará disponível a partir do próximo mês nas cores preto, azul e bege. Seu preço sugerido é de 189 euros, cerca de R$ 1.033 em conversão direta, na versão com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno.

Especificações técnicas do Nokia 5.3

  • Tela: 6,55 polegadas HD+ 20: 9;
  • Processador: Snapdragon 665;
  • Memória RAM: 3 GB, 4 GB ou 6 GB;
  • Armazenamento: 64 GB ou 128 GB;
  • Android 10: sim com botão dedicado ao Google Assistente;
  • Câmeras: 13 MP (principal) + 5 MP (ultrawide) + 2 MP macro) + 2 MP (profundidade);
  • Câmera frontal: 8 MP;
  • Bateria: 4.000 mAh;
  • Sensor de digitais: sim, na traseira;
  • Cores: preto, azul e bege.

Nokia 8.3: intermediário premium com 5G

O Nokia 8.3 5G tem todas as bandas 5G disponíveis até o momento (Foto: Reprodução/HMD Global)

Marcando sua inauguração no mercado 5G, o Nokia 8.3 não é um topo de linha, mas traz recursos bastante interessantes, principalmente relacionados à conectividade. Durante o evento, a HDM Global afirmou que produziu “o primeiro smartphone global até o momento”.

Mas o que isso quer dizer? Bom, o Nokia 8.3 5G foi desenvolvido para funcionar com todas as redes 5G atualmente em operação em todo mundo. Ou seja, diferente de outros smartphones topos de linha que possuem suporte e compatibilidade limitadas dependendo da região, o Nokia 8.3 5G promete funcionar em todo lugar.

O smartphone é equipado com o processador Snapdragon 765G, variante anunciada no final de dezembro com foco em games. Segundo Juhan Sarvikas, diretor de Produtos da HMD Global, ele é o primeiro smartphone a usar a solução Qualcomm 5G RF Front End, condensando mais de 40 componentes RF diferentes em um único modo. Dessa forma, ele também está preparado para longos anos de suporte.

Na ocasião, a empresa também anunciou o HMD Connect, que poderá funcionar com muito bem com o Nokia 8.3 5G. Trata-se de um serviço de roaming de dados, disponível em mais de 180 países. Não foram divulgadas mais informações sobre como ele vai funcionar, mas a ideia “não é substituir sua operadora”, disse a marca.

Além disso, há opções com 6 GB ou 8 GB de memória RAM e 64 GB, ou 128 GB de armazenamento interno, expansíveis via cartão de memória até 400 GB. Para suportar todo processamento e a rede 5G, o Nokia 8.3 5G tem uma bateria de 4.500 mAh.

Falando agora do visual, o Nokia 8.3 5G tem uma tela Full HD+ PureDisplay de 6,81 polegadas com suporte ao padrão HDR10. Diferente dos seus irmãos menores, a câmera frontal está alojada em um furo no canto superior esquerdo da tela, além do sensor de digitais que está na lateral.

Traseira arrendondada e quatro câmeras (Foto: Reprodução/HMD Global)

Na traseira, ele tem um vidro arredondado e as câmeras dispostas em um círculo. São quatro sensores, desenvolvidos pela Zeiss, sendo a principal de 64 MP com lente wide, outra macro de 2 MP e um ToF 3D de 2 MP para medição de profundidade. Um dos destaques é a câmera ultrawide de 12 MP, que pode gravar vídeos em resolução 4K até em condições de pouca luz.

A modificação da HMD Global no Android 10 trará um recurso de câmera chamado Action Cam, que combina imagens a 60 fps com estabilização óptica, além do Zeiss Cinematic Capture, que permite gravar e editar vídeos em formato 21: 9. As câmeras também poderão gravar vídeos no formato .LOG, caso queira ter mais possibilidades de edição, assim como a simulação de propriedades profissionais de cinema.

A HDM prometeu, pelo menos, dois anos de atualizações do Android e três anos de atualizações de segurança. Ou seja, o Nokia 8.3 5G terá suporte até o futuro Android 12.

Em relação ao preço, o Nokia 8.5 5G estará disponível a partir de 599 euros, cerca de R$ 3.250 em conversão direta. Sua única cor disponível é um azul mais escuro.

Especificações técnicas do Nokia 8.3 5G

  • Tela: 6,81 polegadas Full HD+, tecnologia IPS LCD PureDisplay, suporte ao padrão HDR10;
  • Processador: Snapdragon 865 5G;
  • Memória RAM: 6 GB ou 8 GB;
  • Armazenamento interno: 64 GB ou 128 GB com expansão;
  • Câmeras: 64 MP com lente wide da Zeiss + 2 MP (macro) + 2 MP (ToF 3D) + 8 MP (ultrawide);
  • Câmera frontal: 24 MP;
  • Bateria: 4.500 mAh;
  • Android 10: sim.

Nokia 5310: releitura de um "clássico da música"

O Nokia 5310, de 2007, ganhou uma versão atualizada com um design mais arredondado e conexão 2G. Ele traz uma tela de 2,4 polegadas com resolução QVGA, além de teclado físico T9 e sistema operacional Nokia Series 30+. Isso quer dizer que, dificilmente, ele não rodará o WhatsApp, por não contar com o sistema KaiOS.

O pequeno também acompanha modestos 8 MB de RAM e uma bateria removível de 1.200 mAh, capaz de durar até 30 dias, segundo a HMD.

O novo Nokia 5310 estará disponível nas cores preto e branco, e custará 39 euros, cerca de R$ 210 em conversão direta.

Nokia no Brasil

Não, você não leu errado. Após longos anos sem lançar aparelhos no país, a HMD Global confirmou que o retorno da Nokia no Brasil não vai demorar! Contamos essa novidade com mais detalhes na matéria abaixo:

Gostou dos smartphones da Nokia e quer alguma deles no Brasil? Deixe-nos saber sua opinião nos comentários abaixo.

Fonte: Nokia Mobile

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.