Galaxy Z Fold com slider é visto em patente da Samsung

Galaxy Z Fold com slider é visto em patente da Samsung

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 25 de Novembro de 2021 às 14h57
Reprodução/Let's Go Digital

Prosseguindo com suas ideias para o segmento de celulares dobráveis, a Samsung obteve patente para produzir um modelo de celular dobrável com slider que pode ser uma evolução do Galaxy Z Fold 3, ou talvez até inaugurar uma nova variante dentro da linha Galaxy Z. O dispositivo teria uma tela sensível adicional, que pode sair do seu corpo.

Após desdobrado, em modo tablet, o Galaxy flexível contaria com a possibilidade de oferecer um painel touchscreen adicional de tamanho menor. Nos desenhos industriais documentados ela pode funcionar como extensão do display para exibição de mais conteúdo. Mas deve também oferecer outras possibilidades.

Um conceito, inclusive, mostra este novo Galaxy Z Fold com slider usando essa tela adicional como área para teclado. Seu uso assim poderia ser útil para o modo semi-flex — quando o celular está parcialmente dobrado e a posição lembra a de um notebook.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Desenho industrial da patente do novo Galaxy dobrável com slider
Desenho industrial da patente do novo Galaxy dobrável com slider (Imagem: Reprodução/Let's Go Digital)

Além do dobrável com slider

Apesar dessa inovação, a patente do produto não se limita a ela: é descrito que o sistema de câmera do dobrável extensível tenha cinco lentes. Uma delas seria para zoom periscópico (longo alcance), algo que costuma ser exclusivo dos flagships da Samsung em suas versões Ultra.

Essa patente, porém, não é a única ideia criativa da sul-coreana nos últimos tempos: já vimos o desenho industrial de um dobrável de três telas que poderia oferecer recarga reversa de novas formas. Duas bobinas poderiam carregar fones e relógio em simultâneo, e isso sem comprometer o uso do aparelho.

Vale lembrar que a aprovação da patente não obriga a Samsung a lançar produtos. Pode ser um resguardo jurídico para que rivais não a copiem tão diretamente. Aliás, a empresa pode combinar funções para lançar um celular diferente do que esses documentos, individualmente, já sugeriram.

Fonte: Let's Go Digital

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.