Galaxy Note 10 ainda vale a pena?

Por Felipe Junqueira | 27 de Dezembro de 2020 às 13h00

O Galaxy Note 10 chegou às lojas há mais de um ano e seu sucessor já faz sucesso entre os consumidores e fãs da Samsung. Mas nem todo mundo quer gastar o quanto custa um topo de linha do ano, e aí fica a dúvida se o modelo anterior ainda vale a pena.

Nos próximos parágrafos, você relembra as características do Galaxy Note 10 para saber se ele ainda é um bom dispositivo para se olhar com carinho em 2021.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Galaxy Note 10: preço

O valor de lançamento da linha Galaxy Note 10 ficou em R$ 5.300 para o modelo-base e R$ 6.000 para a versão Plus, com 256 GB de armazenamento. Pouco mais de um ano depois, o Note 10 já pode ser encontrado por R$ 3.420 no site da própria Samsung, enquanto o Note 10 Plus fica R$ 3.870 na loja oficial online da fabricante — cortes de cerca de 35% do valor original em ambos os casos. E é possível encontrá-los ainda mais baratos no varejo.

Galaxy Note 10: design

Galaxy Note 10 tem visual mais "sóbrio" que a linha S (Imagem: Reprodução/THAM YUAN YUAN/Pixabay )

Aqui temos acabamento em vidro nos dois modelos, em vez do plástico com fibra de vidro do Note 20 básico. Os aparelhos possuem formato mais reto, mesmo nos cantos, o que confere a eles um ar mais corporativo, mais sério. Os recortes para a câmera frontal diminuíram bastante em comparação com os Galaxy S10 e ficam centralizados, em vez do canto, característica que a Samsung vem adotando em todo modelo com furo na tela desde então.

As laterais do display são curvadas nos dois modelos, também, e o Galaxy Note 10 foi o primeiro celular topo de linha da Samsung a chegar ao mercado sem conector para fone de ouvido. As laterais possuem acabamento metálico e nada de botão da Bixby, somente os de volume e energia, localizados no lado esquerdo.

Galaxy Note 10: tela

Assim como a família Galaxy S10, o Note 10 tem painel AMOLED Dinâmico, que traz uma melhoria na reprodução de cores comparado a telas Super AMOLED. A resolução padrão é a Full HD, e o Note 10 Plus dá a opção de aumentar para o 2K, aumentando a densidade de pixels — ao custo de um consumo maior de bateria. O suporte ao padrão HDR10+ ainda otimiza o brilho e contraste, aumentando a quantidade de detalhes exibidos em filmes, séries e jogos.

Para quem gosta de tela menor, o Note 10 tem 6,3 polegadas, ao passo que o Note 10 Plus salta para 6,8 polegadas. Ambos ainda contam com proteção Gorilla Glass 6 no vidro do painel, com boa resistência às quedas do dia a dia.

Galaxy Note 10: hardware e software

Note 10 tem a S Pen como grande diferencial (Imagem? Divulgação/Samsung)

Para a série Note 10, a Samsung trouxe um processador um pouco melhorado em relação aos seus topo de linha do primeiro semestre, com o Exynos 9825. É um chipset um pouco mais potente que o Exynos 9820 e obviamente bastante competente mesmo para quem quer jogar pesado em 2021.

Com 8 GB de memória RAM no Note 10 e 12 GB no Note 10 Plus, independente de qual você escolher terá potência suficiente para jogar praticamente qualquer título da Google Play Store sem engasgos. Os modelos ainda trazem 256 GB de memória interna, e o Note 10 Plus ainda tem opção com 512 GB. Porém, atenção: o Note 10 não possui espaço para cartão micro SD para expandir o espaço, apenas o Note 10 Plus aceita cartões de até 1 TB.

Quanto ao sistema, a família Note 10 saiu de fábrica com o Android 9 e foi atualizada para o 10 no final do ano passado. O Android 11 logo deve começar a ser liberado, e a Samsung ainda garantiu que vai atualizar este modelo até a versão 12 do robozinho, ou seja, tem pelo menos mais dois anos de suporte total em atualizações no celular.

Galaxy Note 10: câmera

Últimos modelos da Samsung a trazerem a abertura variável na câmera, os Galaxy Note 10 e Note Plus possuem quase o mesmo conjunto fotográfico: uma principal de 12 MP, uma ultrawide de 16 MP e uma teleobjetiva de 12 MP com zoom óptico de 2x. O Plus ainda tem um sensor ToF para melhorar a precisão de fotos com fundo desfocado, e ambos gravam vídeos em 4K a até 60 fps.

Em resumo, são conjuntos fotográficos muito bons, melhores até mesmo que alguns modelos premium mais recentes. Para quem gosta de tirar fotografia com o celular, os Note 10 são opção ainda a se pensar para mais dois a três anos sem ficar muito defasado em nenhum aspecto, mesmo que as resoluções não encham os olhos pelos números — até porque, na hora de subir para as redes sociais, a foto vai ser comprimida do mesmo jeito.

Conjunto de câmeras não tem muitos megapixels, mas é competente (Imagem: Reprodução/AndroidPIT)

Galaxy Note 10: bateria e recursos extras

O grande diferencial entre o Galaxy Note 10 e o Note 10 Plus é o tamanho da bateria. O primeiro tem 3.500 mAh, suficiente para o dia inteiro de uso, mas o segundo, com 4.300 mAh, consegue entregar mais de um dia para a maior parte dos usuários. Ambos trazem carregador ultra rápido de 25 W na caixa, e o Plus ainda tem suporte à recarga de 45 W.

E tem também a S Pen, grande diferencial da linha Note, com recursos como transformar o texto escrito à mão em digital, controle de algumas funções em apps compatíveis por cliques e gestos da caneta, anotações na tela apagada e maior precisão para desenhar ou fazer algumas tarefas na tela do celular.

Os Galaxy Note 10 e Note 10 Plus ainda possuem certificação IP68, com garantia de imersão em até 1,5 m de água doce por 30 minutos, sensor de batimentos cardíacos, suporte ao DeX, NFC e Bluetooth 5.0, além de recarga sem fio, incluindo a reversa, para você usar o celular para recarregar fone de ouvido Bluetooth, por exemplo..

Galaxy Note 10: vale a pena?

É cada vez mais comum a frase “um topo de linha de anos anteriores pode ser melhor que um intermediário atual”. É o caso do Note 10 e Note 10 Plus, mas é sempre bom tomar alguns cuidados. Por exemplo, em alguns intermediários, a duração da bateria é bem melhor, apesar de o desempenho ser um pouco inferior. Se o tempo de uso é uma preocupação maior que a performance para você, talvez ficar de olho em modelos com bateria potente seja mais interessante.

O fato é que os Galaxy Note 10 ainda são celulares muito bons, apesar do preço um pouco alto. Com suporte a mais uma atualização do sistema depois do Android 11, sua longevidade ficou ainda maior. São, sim, modelos a se pensar com carinho para comprar em 2021, se você estiver disposto a investir em um celular custando mais de R$ 3.000.

Deixe nos comentários se você tem ou pretende adquirir um Galaxy Note 10!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.