Publicidade

Evento da Apple foi filmado com um iPhone 15 Pro Max

Por| Editado por Wallace Moté | 01 de Novembro de 2023 às 09h58

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech

Através de um vídeo completo que mostra o processo e as tecnologias utilizadas, a Apple confirmou que o evento de lançamento dos novos MacBook Pro com chips M3 foi totalmente gravado com o iPhone 15 Pro Max. Ainda que estivesse acompanhado de todo o equipamento comum a grandes estúdios de gravação — incluindo drones, luzes e braços de estabilização —, os resultados impressionam quando consideramos as diferenças de especificações do aparelho para câmeras profissionais que costumam ser usadas nessas ocasiões.

Ao final do evento "Scary Fast" (ou "Vai Arrepiar", na tradução oficial), em que apresentou os novos chips M3, a Apple surpreendeu ao revelar que a apresentação havia sido gravada usando o iPhone 15 Pro Max. O smartphone premium mais recente da marca trouxe melhorias significativas em gravação de vídeos, como a capacidade de filmar usando formatos com maior alcance dinâmico, e foi aprimorado graças à doação da porta USB-C, que oferece grande flexibilidade em termos de acessórios.

Continua após a publicidade

Nesta terça-feira (31), a gigante de Cupertino divulgou um breve vídeo mostrando os bastidores do processo, indicando como a troca de câmeras mais poderosas pelo celular teria ocorrido de forma suave. A produção revela que a companhia combinou o telefone munido do app Blackmagic Camera, desenvolvido pelo time responsável pelo programa de edição DaVinci Resolve, aos equipamentos de cinema usados em eventos anteriores, incluindo braços de estabilização e luzes de alta potência.

Mesmo que não represente um cenário realista — um usuário de iPhone provavelmente não possui estabilizadores e luzes profissionais —, o experimento da Maçã reforça as capacidades avançadas de gravação que o iPhone 15 Pro Max oferece, além da integração facilitada com ambientes mais profissionais. No vídeo divulgado pela marca, o time criativo destaca como não houve mudanças na preparação para as gravações, e como mesmo cenas mais desafiadoras, como o início do evento em céu noturno, foram gravadas sem obstáculos.

Um dos pontos mais interessantes é que, com auxílio do Blackmagic Camera, a equipe da gigante utilizou o formato de arquivo Apple Log para ter vídeo "puro", com dados vindos direto do sensor. Tipo de arquivo usado no cinema, o Log tem maior alcance dinâmico, captando mais informações em pontos claros e escuros, e oferece maior flexibilidade na edição e pós-produção, em que são aplicados ajustes como a correção de cores — os editores citam como há fortes similaridades com câmeras cinematográficas como a Venice, da Sony.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Toda a organização chamou a atenção de criadores de conteúdo, como o YouTuber Marques Brownlee, do canal MKBHD, que destacou alguns aspectos curiosos percebidos no vídeo promocional. Marques cita a importância de uma excelente estabilização, observando que a Maçã apostou em um gimbal profissional DJI Ronin 2 para as capturas, além de utilizar cenários simples, como o próprio Apple Park (a sede da gigante) e alguns ambientes internos controlados, incluindo a casa vista na apresentação.

Por fim, o YouTuber aponta que um dos aspectos mais críticos, responsáveis por manter a "aparência Apple" nos eventos, é a iluminação, que pode ser conferida no vídeo de bastidores. Todas as luzes são posicionadas de uma forma planejada para transmitir uma sensação específica e dar destaque a um determinado elemento. Um "laboratório de testes", a produção mostra as habilidades do iPhone 15 Pro, que de fato entrega ótima qualidade de imagem, caso o usuário saiba explorar os recursos disponíveis.