Com tela OLED e mudanças no design, Apple prepara um novo e poderoso iPhone

Por Redação | 18 de Abril de 2017 às 12h31

As notícias de que a Apple está preparando uma versão especial de seu iPhone para celebrar os 10 anos do aparelho não são nenhuma novidade. Há tempos ouvimos rumores sobre o tema, embora nada de concreto tenha aparecido até então. Porém, parece que finalmente temos informações mais contundentes sobre o futuro do smartphone e as surpresas que a fabricante deve trazer para celebrar essa data tão especial.

De acordo com a Bloomberg, a Apple está preparando uma pequena revolução dentro da sua linha de celulares inteligentes. A começar pelo fato de que ela apresentará três modelos de uma só vez. Dois deles serão simples atualizações do que já temos hoje — algo próximo de um iPhone 7s e 7s Plus, levando em conta o histórico da companhia —, mas o terceiro deve ser considerado o novo topo de linha da empresa e trará mudanças significativas em seu visual.

Segundo a página, as mudanças no design propostas pela Apple já começam com o teste de um novo tipo de tela. Assim como a Samsung e outras fabricantes já adotaram, a ideia é fazer com que o display deste novo iPhone seja feito de OLED e ocupe praticamente a parte frontal inteira do aparelho. Isso faria com que a tela fosse um pouco maior que a do iPhone 7 Plus, mas com a estrutura em si mantendo as dimensões próximas de um iPhone 7. Isso decretaria também o fim do botão Home físico, que passaria a ser virtual assim como já acontece no próprio Galaxy S8.

Rumores já falavam sobre um iPhone 8 com tela maior e botão Home virtual

Isso também faria com que o novo iPhone tivesse um leitor de impressões digitais integrado à tela e não a um botão específico, como é feito até então. E, de acordo com várias fontes, esse seria um dos maiores desafios de produção até agora — tanto que não se sabe se essa função estará disponível na versão final do produto, já que nem mesmo a Samsung conseguiu fazer isso.

Ao contrário do que os outros rumores sugeriam, esse display não seria um OLED curvo, mas no tradicional formato plano. Isso pode indicar não uma falha nos boatos antigos, mas uma mudança nas estratégias da própria Apple, principalmente por temer problemas no fornecimento desta nova tecnologia.

As telas OLED, inclusive, teriam sido adquiridas da Samsung, considerada uma das pioneiras no segmento. Para dar conta dessa demanda inicial, a Apple teria adquirido nada menos do que 100 milhões de painéis da fabricante sul-coreana.

Montando o design

Ainda assim, esse iPhone comemorativo não teve o seu design final definido e a empresa segue desenvolvendo vários protótipos antes de escolher aquele que será o modelo que chegará às lojas. Uma das versões mais recentes, afirma a Bloomberg, traz um chassi de vidro curvado e bordas metálicas, o que aproximaria o seu design ao do primeiro iPhone — e isso faria muito sentido levando em conta as comemorações de 10 anos de seu lançamento. No entanto, mais uma vez, os fornecedores parecem estar com problemas para entregar esse tipo de acabamento, o que forçou a criação de uma outra versão um pouco maior com acabamento em alumínio.

Um dos protótipos do iPhone 8 se aproxima daquilo que vimos no iPhone 4

Porém, aquela que é apontada como a opção mais provável de ser produzida é a de um iPhone com vidro levemente curvo tanto na parte frontal quanto traseira e usando uma moldura de aço. Segundo a página, o design lembra bastante o próprio iPhone 4 com algumas curvas a mais.

E a razão de todas essas mudanças vem exatamente da Coreia do Sul. Segundo o cofundador da Loup Ventures e analista de mercado da Apple, Gene Munster, o Galaxy S8 elevou muito o nível dentro do segmento premium de aparelhos e agora a Apple precisa correr atrás para poder brigar de igual para igual com a concorrente.

Nem mesmo o nome parece ter sido definido. Enquanto muita gente trata o modelo como iPhone 8, há alguns protótipos que se referem a ele como iPhone X.

Câmera mais poderosa

Além disso tudo, a câmera desse iPhone também contaria com novidades. A começar por uma lente dupla na parte traseira. Elas seriam posicionadas verticalmente e trariam melhorias significativas na qualidade das imagens — embora não haja informações exatas de como isso deve ser feito. E a coisa segue tão incerta que alguns protótipos trazem a câmera alinhada à estrutura do smartphone, enquanto outros já se projetam um pouco.

As câmeras duplas também seriam levadas à parte frontal do dispositivo, ainda utilizando sensores da Sony para isso. Além disso, há boatos de que a Apple chegou a explorar a possibilidade de adicionar recursos de realidade aumentada e novas opções de profundidade de campo, mas não se sabe até que ponto isso será levado adiante no projeto.

Por fim, a Bloomberg afirma que o aparelho chegará já com o novo iOS 11, que contará com uma grande renovação em sua interface. A página também alega que o novo iPhone vai utilizar um processador de 10 nanômetros, o que garantiria mais eficiência e menos consumo de energia.

O anúncio deve acontecer ainda no mês de setembro, data em que a Apple tradicionalmente revela seus novos smartphones. Contudo, o lançamento deve atrasar um pouco e acontecer depois da chegada do iPhone 7s às lojas, exatamente por conta de todos os problemas de fornecimento que foram apontados.

Via: Bloomberg, Engadget

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.