SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Celulares e TVs podem ficar mais caros por causa de seca no Amazonas

Por| Editado por Wallace Moté | 06 de Novembro de 2023 às 15h14

Link copiado!

Daniel Romero/Unsplash
Daniel Romero/Unsplash

O preço de eletrônicos como celulares e aparelhos de TV pode aumentar por causa da seca na região do Amazonas. Afinal, os efeitos climáticos causados pelo fenômeno El Niño estão dificultando o transporte na região da Zona Franca de Manaus, e por isso os custos das empresas tendem a aumentar.

Em grande parte, a logística necessária para a produção depende dos rios, que estão em um nível muito baixo para que o transporte ocorra de forma normal. Por isso, os produtores precisam encontrar formas diferentes para receber os insumos e escoar os produtos montados.

Continua após a publicidade

A alternativa mais utilizada é o transporte aéreo, que tem uma capacidade menor em comparação com o fluvial, além de ser consideravelmente mais caro.

Humberto Barbato, presidente executivo da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), afirmou que as companhias evitam passar a diferença nos custos ao consumidor pela alta concorrência, mas algum nível de aumento pode ser inevitável. A fala foi feita em entrevista ao portal UOL.

Por isso, os produtos com margem de preço mais restrita devem ser os mais afetados pelos aumentos de preço. Além dos celulares e televisões, itens como computadores, tablets, ar-condicionados e outros produtos também podem ficar mais caros.

Continua após a publicidade

Uma das consequências é o aumento do pessimismo em relação ao setor, já que é esperada uma queda de 6% no faturamento em relação ao ano passado. 31% das empresas acreditam que terão vendas mais baixas neste período, enquanto 24% admitem a possibilidade de haver uma instabilidade na quantidade de produtos comercializados.

Algumas empresas poderão contornar a situação com a fabricação em outras partes do país. A Samsung, por exemplo, tem plantas industriais localizadas em Campinas, São Paulo.

A situação de seca na região norte do Brasil ainda deve persistir por mais tempo, já que o fenômeno El Niño pode se estender até meados de abril a maio de 2024. Portanto, um possível aumento no preço dos eletrônicos pode se estender por vários meses do ano que vem.

Fonte: UOL