Buscas por smartphones da Huawei crescem 617% na OLX

Por Thaís Augusto | 26 de Junho de 2019 às 20h10
Phone Arena

Antes mesmo de a Xiaomi desembarcar oficialmente no Brasil, as marcas chinesas marcavam presença no mercado nacional em plataformas de compra e vendas de produtos, como a OLX e o Mercado Livre. Nos últimos anos, as fabricantes conseguiram afastar a má fama de produtos importados da Ásia e conquistaram o coração do brasileiro: nos primeiros cinco meses do ano, a busca por produtos da Huawei registrou uma alta de 617% na OLX, enquanto a Xiaomi viu sua porcentagem subir em 375%.

Os dados, que comparam os resultados de 2019 com o mesmo período do ano passado, são de um levantamento realizado pela OLX, plataforma de compra e venda de itens usados. "A OLX se tornou um termômetro econômico único", comentou o diretor de Estratégia da OLX, Bruno Valle. "A plataforma é democrática e facilita esse movimento [de avanço das marcas chinesas]. Nela é possível encontrar modelos em bom estado de conservação por um preço mais em conta".

Ainda de acordo com a OLX, continuam a dominar o mercado as tradicionais Apple e Samsung. O crescimento das buscas por produtos das fabricantes, entretanto, foi bem menos expressivo se comparado às chinesas: enquanto a Samsung cresceu 28% na comparação com os cinco primeiros meses do ano passado, a Apple registrou alta de apenas 17% no mesmo período.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Buscas por smartphones da Xiaomi crescem 375% na OLX nos primeiros cinco meses do ano

Os dados ainda apontam que a venda de celulares representa 52% das transações do setor de eletrônicos da OLX. São mais de 1,5 milhão de aparelhos negociados pela plataforma e o tempo médio de negociação é de cinco dias.

Outro destaque da pesquisa são os eletrônicos 3D, como games, TV, óculos e até impressoras. Os produtos deste segmento registraram crescimento de 70% entre janeiro e maio de 2019 em comparação ao mesmo período do ano anterior. De acordo com a OLX, isso indica que o mercado está aquecido para novas tecnologias.

Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais aparecem no topo do ranking de vendedores de eletrônicos. Já o Amazonas se destaca em vendas de celulares, enquanto os videogames são mais fortes nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.