BOE deverá atrasar produção de telas para iPhone nos próximos meses

BOE deverá atrasar produção de telas para iPhone nos próximos meses

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 18 de Fevereiro de 2022 às 14h40
Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

A BOE pode ser mais uma vítima da escassez global de semicondutores, de acordo com o que afirma o portal coreano The Elec. A fornecedora de displays para vários dispositivos da Apple estaria com dificuldades de cumprir os acordos feitos com a companhia de Cupertino, e essa situação pode ter consequências nos próximos meses.

BOE fornece telas para o iPhone 13 e 13 Mini (Imagem: VCG)

No total, a Apple teria pedido que a BOE fabricasse dez milhões de telas para iPhone durante a primeira metade deste ano, em que três milhões estariam previstos até o final do mês que vem — porém, esse número pode ter sido reduzido para dois milhões por conta da falta de componentes, e ainda não há certeza que a empresa conseguirá promover uma compensação até junho.

Os resultados práticos dessa falta de displays ainda não são conhecidos: no pior dos casos, a Apple teria que atrasar a produção de smartphones, o que levaria a um aumento nas filas de espera pelos dispositivos, e maiores atrasos até a entrega ao consumidor. Porém, a companhia deverá solicitar um reforço para a LG ou Samsung caso seja estritamente necessário — as marcas sul-coreanas também produzem telas para iPhone atualmente.

Caso necessário, Apple pode pedir reforço para LG e Samsung (Imagem: Divulgação/Apple)

De acordo com o The Elec, a raiz do problema está em uma terceira empresa chamada LX Semicon, responsável pelos drivers de circuito integrado para a produção de displays por parte da BOE — esse fornecimento estaria acontecendo de forma mais lenta do que o esperado, e por isso o ritmo de fabricação das telas é menor. Para tornar a situação ainda mais complicada, a LG tem prioridade sobre a BOE no recebimento destes componentes.

O problema acontece poucos meses depois de a marca ultrapassar a LG na quantidade de telas OLED para iPhone, e essa realidade poderá ser revertida em pouco tempo caso a escassez continue a afetar a empresa chinesa dessa forma. Até o momento, os modelos iPhone 13 e 13 Mini recebem telas da BOE, e espera-se que o mesmo aconteça nos futuros iPhone 14 e iPhone 14 Max.

Fonte: The Elec

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.