Apple pode ser julgada no STF por caso de lentidão em iPhones antigos

Por Alberto Rocha | 08 de Março de 2020 às 15h00
idownloadblog

A briga é antiga, lá de 2017, quando a Apple liberou atualizações de sistema para que o processador diminuísse a desempenho em aparelhos como o iPhone 6, iPhone 6s e iPhone SE, caso identificasse que a bateria estava fisicamente mais desgastada.

Em países como os Estados Unidos e França a companhia da maçã foi julgada e condenada a pagar multas milionárias de US$500 milhões e US$27,4 milhões, respectivamente, mas aqui no Brasil, ao que tudo indica, a situação não segue os mesmos rumos.

Contudo, de acordo com informações do site Tilt, a Apple tem vencido os processos abertos por consumidores em ação coletiva e, na esperança que a empresa seja julgada como nos fóruns internacionais, podem levar o caso para a instância do STF (Supremo Tribunal Federal).

Justiça alega falta de provas suficientes

Mesmo com os exemplos internacionais, órgãos ligados ao Ministério da Justiça como a Secretaria Nacional do Consumidor e ministérios públicos regionais entendem que a Apple já tomou as providências em relação ao caso, não causando assim mais danos aos consumidores.

Lembrando que o problema foi descoberto por um usuário no fórum Reddit ao realizar testes de desempenho no seu iPhone 6 Plus antes e depois de trocar a bateria por uma nova.

Em seguida, inúmeros sites investigaram e notaram a mesma situação, até que o caso se espalhou globalmente pela internet e a Apple cada vez mais acusada de obsolescência programada.

Fonte: Tilt  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.