Apple pode "aposentar" o conector Lightning a partir de 2021

Por Rafael Rodrigues da Silva | 05 de Dezembro de 2019 às 17h25
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Como já comentamos por aqui, a Apple estaria pensando em mudar toda a sua estratégia de lançamento de iPhones a partir de 2020, mas de acordo com uma apresentação feita pelo analista Ming-Chi Kuo (famoso por revelar novidades da Apple antes delas serem oficialmente confirmadas), a empresa pode estar preparando algumas mudanças para os próprios aparelhos propriamente ditos. E uma delas seria aposentar de vez os conectores Lightning.

De acordo com o analista, a Apple deverá lançar 5 iPhones no ano que vem: quatro modelos do “iPhone 12” (dois “padrões” e dois Pro) e o tão aguardado sucessor do iPhone SE, que deverá vir com uma tela LCD de 4,7 polegadas, suporte ao Touch ID (leitura de impressão digital) e uma única câmera traseira. Já em 2021, a empresa deverá manter a mesma estratégia, lançado mais quatro modelos do “iPhone 13” e o “iPhone SE2 Plus”, que seria uma versão um pouco melhorada do iPhone SE lançado em 2020 e como uma tela maior, mas que ainda não foi definida se será de 5,5 polegadas ou de 6,1 polegadas.

Mas uma das coisas mais interessantes da apresentação se refere aos modelos do “iPhone 13”, que serão lançados em 2021, é que Kuo afirma que serão os primeiros aparelhos da empresa a não utilizarem mais o conector Lightning, para a alegria de muitos usuários.

Não foi indicado ainda se o conector Lightning será substituído por um novo tipo de tecnologia proprietária ou se a Apple finalmente abraçará o uso do USB-C, como ela já fez com o iPad Pro. Caso a empresa realmente passe a utilizar o padrão USB-C, será uma ótima notícia para os donos de iPhone, pois ficará muito mais fácil encontrar carregadores e cabos de transferência de dados para esses aparelhos.

Outra possibilidade é que a Apple siga o mesmo caminho que já percorreu com os conectores de fone de ouvido, que simplesmente foram retirados do aparelho e substituídos inteiramente por uma solução sem fio. Tirar todas as entradas de conectores do iPhone pode ter suas vantagens (por exemplo, aumentar a proteção do aparelho caso ele caia na água). Mas, para que uma transição dessas ocorra sem problemas, a Apple teria que garantir que o aparelho possui tecnologia para carregamento e transmissão de dados sem fio de alta velocidade.

Fonte: BGR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.