Lista de lançamento da BlackBerry vaza, mas revela poucas novidades

Por Redação | 26.08.2014 às 17:57

A BlackBerry vem tentando se recuperar de seus problemas financeiros e de vendas mudando sua abordagem no mundo mobile, com menos lançamentos e um foco maior nos anseios e pedidos de seus usuários atuais. Foi isso o que mostrou o roadmap da empresa, vazado na internet pelo site N4BB, e que acabou frustrando algumas pessoas por confirmar que, realmente, a companhia só tem dois aparelhos para lançar daqui até o final do ano.

De um lado está o BlackBerry Passport, que nas informações vazadas ainda atende por seu codinome, Windermere. Trata-se de um celular que a empresa vem divulgando como uma ótima notícia para os saudosistas, por contar com o bom e velho teclado QWERTY físico, ainda uma pedida melhor que qualquer tela touchscreen para quem utiliza emails com frequência.

BlackBerry roadmap

Na sequência temos também o Khan, chamado oficialmente de Porsche Design P9983. Como o nome associado à marca automotiva já indica, trata-se de um aparelho voltado para o público de alto padrão, com design criado pela montadora e acabamento em alumínio. Aqui, também, retorna o teclado físico e repete-se o sucesso de uma parceria já considerada bem-sucedida no ano passado.

De acordo com as informações ainda não oficializadas, o design de luxo deve acompanhar especificações robustas. O Khan chega com 3 GB de memória RAM e processador de 1,7 GHz. A tela é de 3,5 polegadas e o celular tem 64 GB de armazenamento interno. Tudo isso, nos Estados Unidos, sairia por US$ 2 mil, cerca de R$ 4,5 mil.

Ainda, o roadmap indica que ambos os celulares chegarão ao mercado já embarcados com a versão 10.3 do sistema operacional da BlackBerry. Junto com ela, vem também o Blend, que promove uma integração entre os celulares da marca, computadores e outros dispositivos móveis, de forma que algumas tarefas possam ser realizadas em qualquer um deles.

Quatro pilares

BlackBerry roadmap

Mas o que pode ser considerada a real grande revelação do vazamento são as quatro categorias de dispositivos que a empresa considera essenciais para seu público. Ouvindo os pedidos de seus usuários e avaliando as características de mercado, a BlackBerry chegou a uma lista de quatro estilos que já começam a nortear os lançamentos da companhia e devem dar a tônica dos lançamentos para os próximos anos.

O primeiro deles é o dos usuários “inovadores”, jovens executivos que buscam o melhor da tecnologia para seus aparelhos. Nessa mesma linha, há também o segmento “clássico”, voltado para os mais tradicionalistas que querem aparelhos completos, mas simples de serem utilizados. O Passport, aqui, caminha entre essas duas vertentes, ao misturar as funções mais recentes dos sistemas operacionais da BlackBerry, ao mesmo tempo em que marca o retorno do teclado físico em um visual mais quadrado.

Uma nova vertente é a dos dispositivos mais em conta, para a qual o roadmap ainda não revela novidades. Por outro lado, é uma ideia que já foi comentada pelo CEO da empresa, John Chen, e uma maneira encontrada por ela para entrar de cabeça nos mercados emergentes. E, por fim, temos os “extravagantes”, que dispensam apresentações e formam uma categoria encabeçada pelo P9983.

É uma abordagem que, pelo menos do ponto de vista do mercado, vem funcionando. A BlackBerry pode ainda estar longe de recuperar o seu antigo lugar de prestígio no mercado mobile, mas tem um crescimento acumulado de 35% em suas ações ao longo de 2014, mostrando que analistas e investidores, pelo menos, apostam na ideia de recuperação que vem sendo implementada pelos executivos da companhia. Resta apenas garantir que os dispositivos, agora, façam sucesso com o público.