Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Parasyte | Conheça o bizarro mangá que vai virar série na Netflix

Por| Editado por Durval Ramos | 04 de Abril de 2024 às 15h05

Link copiado!

Reprodução/Kodansha
Reprodução/Kodansha
Tudo sobre Netflix

Parasyte: The Grey é uma adaptação da Netflix para o conhecido mangá de mesmo nome, que envolve invasões alienígenas e parasitas que querem dominar a humanidade. A nova série aproveita o universo criado por Hitoshi Iwaaki, mas o mangá parece ser bem diferente da história que chega em live action no streaming.

Com estreia marcada para o começo de abril, a adaptação apresenta algumas diferenças consideráveis em relação ao material original, mas para percebê-las, é necessário saber que história maluca foi essa criada por Iwaaki.

Continua após a publicidade

Sobre o que se trata Parasyte?

Parasyte, ou Kiseijuu, como também é conhecido, foi um mangá criado por Hitoshi Iwaaki e originalmente publicado entre 1988 e 1989, e que já foi adaptado em um anime, que estreou no Japão em outubro de 2014. Além dessa adaptação, a história também se tornou dois filmes live action que chegaram aos cinemas japoneses em 2014 e 2015.

A história gira em torno de um jovem estudante chamado Izumi Shinichi, que mora com seus pais em Tóquio. Um dia, a Terra é invadida por uma raça de alienígenas que começam a tomar controle do cérebro de hospedeiros humanos.

Tendo uma forma similar ao de vermes, esses aliens assumem o controle de pessoas ao entrar por suas orelhas ou nariz. Shinichi é vítima de um desses invasores enquanto dormia, só que o verme não consegue alcançar seu cérebro, ficando apenas na sua mão direita. 

Por conta disso, Shinichi e o parasita permanecem cada um com sua própria consciência, convivendo no mesmo corpo. Os dois vão se acostumando com essa nova realidade, mas quando outros parasitas querem eliminá-los por não aprovarem essa simbiose, Shinichi e o alienígena precisam dar um jeito de se defender.

O mangá se desenvolve explorando questões filosóficas sobre humanidade, o relacionamento com o meio ambiente e senso de identidade, com os dois lados experimentando sensações até então inéditas para as espécies.

Continua após a publicidade

Adaptação em anime e para o cinema

Parasyte foi adaptado em forma de anime em 2014, cobrindo toda a trama do mangá, levando a história de Shinichi e do alienígena Migi (que significa direita em japonês). A série foi lançada em simulcast, com episódios sendo disponibilizados com legendas logo após sua exibição no Japão, através da Crunchyroll, que segue com todos os episódios em seu catálogo. A animação também está disponível na Netflix.

O filme de Parasyte, dividido em duas partes, foi lançado no mesmo ano do anime nos cinemas japoneses. Cobrindo a história de Shinichi e indo um pouco além, a primeira parte foi bem aceita pela crítica e público pela sua mistura de humor ácido, horror e ficção científica. A segunda parte já não teve a mesma sorte, sendo criticado por deixar os elementos que fizeram a primeira parte de lado para focar em uma história fraca e pouco inspirada no material original.

Continua após a publicidade

Parasyte - The Grey é uma adaptação do mangá?

A nova série da Netflix, Parasyte - The Grey não é uma adaptação direta da história criada por Hitoshi Iwaaki, mas sim inspirada no universo do mangá. O seriado, produzido na Coreia do Sul pelo diretor Yeon Sang-ho (Invasão Zumbi), leva a trama para a península coreana para mostrar como outra parte do mundo foi afetada pela chegada dos alienígenas.

“Eu sinto que os criadores de Parasyte: The Grey respeitaram bastante o material original. Ao mesmo tempo, eu pude perceber novos caminhos e ideias que me agradaram tanto quanto criador do mangá como espectador”, comentou Iwaaki.

Continua após a publicidade

Em Parasyte: The Grey, Su-in, uma jovem coreana sofre um acidente quase fatal e é infectada por um verme alienígena. Como Shinichi, que teve o parasita vivendo em uma parte do seu corpo, só que dessa vez é no seu rosto. 

Agora, humana e alienígena vão precisar aprender a conviver para sobreviver, precisando fugir de parasitas que não aceitam a situação e humanos que buscam eliminar todos os invasores.

A série estreia na Netflix no dia 5 de abril.