Final de Falcão e o Soldado Invernal quase mudou alterego de Bucky Barnes

Por Beatriz Vaccari | Editado por Jones Oliveira | 29 de Abril de 2021 às 13h10

Falcão e o Soldado Invernal encerrou-se na última sexta-feira, dando fim à segunda série exclusiva da Marvel para o Disney+. A produção faz parte da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês) e trouxe o retorno para as telas de diversos personagens queridos dos filmes.

Atenção! Esse texto contém spoilers sobre o último episódio da série.

(Imagem: Divulgação / Marvel Studios)

O episódio final da série enfim consolidou Sam Wilson como o novo Capitão América, após seis episódios e muitos acontecimentos mostrarem ao herói que o escudo de Steve Rogers não poderia ficar sob os cuidados de mais ninguém além dele mesmo. No entanto, de acordo com o showrunner Malcolm Spellman, Bucky Barnes também entraria nessa roda de atender por outro título e se despedir totalmente de Soldado Invernal.

O encerramento que disse "Capitão América e o Soldado Invernal", no último episódio, quase cimentou Bucky como o Lobo Branco. Após o personagem fazer o necessário para corrigir seu passado como Soldado Invernal, a Marvel pensava em dar uma nova titularidade para Barnes, mas, de acordo com Spellman em conversa com The Hollywood Reporter, a decisão poderia "não ter sido tão emocionante."

"Eu consegui ver aquele apelido [Lobo Branco] ao assistir a um dos cortes, e, cara, isso me afetou emocionalmente de verdade. Eu acredito que eles [o Marvel Studios] queriam o impacto de 'Capitão América e do Soldado Invernal'. E eu acho que, se tivessem feito 'Capitão América e o Lobo Branco', poderia não ter sido tão emocionante porque é muita matemática e muita evolução. Mas não sei ao certo o que foi. Eu fui pego de surpresa enquanto assistia ao corte, mas adorei."

(Imagem: Reprodução / Marvel Comics)

Ao Comic Book, anteriormente, Spellman declarou como Bucky permanecer com o título de Soldado Invernal não é necessariamente ruim. "No final da série, ele está emergindo como alguém que se livrou do fardo do [passado do] Soldado Invernal. Ele encontrou uma nova família, provou ser um herói pela primeira vez, agora está livre para se tornar algo incrível."

Diferente de Sam Wilson com o escudo do Capitão América, que é uma questão de respeito ao seu antecessor e de cumprir um legado, Bucky Barnes agora tem a oportunidade de ressignificar quem é, de fato, o Soldado Invernal. O nome Lobo Branco, todavia, seria utilizado apenas para o MCU e não faria necessariamente uma referência ao personagem dos quadrinhos.

Muito mais que um escudo: um legado (Imagem: Divulgação / Marvel Studios)

Nas HQs, Bucky nunca deixa de ser o Soldado Invernal, apenas completa seu arco de redenção, como nas telas. Nos quadrinhos, o Lobo Branco na realidade se chama Hunter e tem uma história triste que envolve um acidente familiar perto de Wakanda ainda jovem, quando ele é adotado e criado pelo Rei T'Chaka. Com o nascimento de T'Challa, porém, ele vê que suas chances de assumir o Reino de Wakanda são praticamente nulas.

O Lobo Branco nas HQs é frequentemente retratado como um antagonista para seu irmão — uma dinâmica que, inclusive, lembra muito a dos irmãos Loki e Thor. Embora Bucky tenha sido periodicamente referido como "White Wolf" desde a cena pós-créditos de Pantera Negra, que faz referência direta a Guerra Civil, não há essa possibilidade nas telas nem no streaming.

Falcão e o Soldado Invernal é a segunda série do MCU para o Disney+, logo após WandaVision. Outras séries dos estúdios planejadas para o streaming incluem Loki, Hawkeye, Ms. Marvel, She-Hulk, Invasão Secreta e a animação What If...? que chega ainda nesse ano.

Fonte: THR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.