Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

BBB | 4 participantes que já morreram e você não sabia

Por| Editado por Jones Oliveira | 11 de Janeiro de 2023 às 18h00

Link copiado!

Reprodução/Globo
Reprodução/Globo

O BBB 23 está começando, trazendo novos participantes para ficarem confinados em uma casa e concorrer a um prêmio milionário. Ao longo de suas 22 edições, o Big Brother Brasil recebeu diversos participantes das mais variadas regiões do país, alguns garantindo a fama e outros ficando esquecidos.

Em meio às repercussões que acontecem na mídia sobre os integrantes das edições do BBB, infelizmente acabamos descobrindo que alguns deles já não estão mais entre nós. Quatro participantes do Big Brother Brasil já faleceram, a maioria deles sendo vítimas de doenças.

Edílson Buba

Continua após a publicidade

Edílson Buba era curitibano e participou do BBB 4. O ex-BBB chegou a posar nu para uma revista e também se envolveu em polêmicas após ser preso com drogas. Após o incidente, abriu uma ONG para dependentes químicos.

Aos 34 anos, enquanto lutava contra um câncer no estômago, o empresário Buba acabou não resistindo e falecendo em 2006.

André Almeida

André Almeida, também conhecido como "Caubói", participou do BBB 9 e entrou no programa pela Casa de Vidro, sendo o primeiro eliminado.

Cáuboi morreu em 2011 em sua chácara em Alumínio, interior de São Paulo, após o local ser invadido. O ex-BBB foi assassinado com um tiro quando tinha apenas 37 anos. O caso nunca foi resolvido.

Josy Oliveira

Continua após a publicidade

Também do BBB 9 e participante da Casa de Vidro, Josy Oliveira era psicóloga e foi a sexta eliminada da edição, que ainda era apresentada por Pedro Bial.

Nascida em Juiz de Fora, cidade de Minas Gerais, Josy faleceu em 2020 com apenas 43 anos, vítima de complicações após uma cirurgia para tratar um aneurisma.

Norberto Santos

Continua após a publicidade

Coincidentemente, três dos quatro participantes do Big Brother Brasil que já morreram eram do BBB 9. Norberto Santos, chamado também de Nonô, foi um dos idosos participantes do programa. Ele ficou somente até o segundo paredão, quando foi eliminado.

Nonô vivia em São Carlos, em São Paulo, e morreu em 2017 com 72 anos, vítima de um câncer.