Publicidade

Roda do Twitter expõe publicações a usuários fora da lista de amigos

Por| Editado por Claudio Yuge | 11 de Abril de 2023 às 14h17

Link copiado!

Divulgação/Twitter
Divulgação/Twitter
Tudo sobre Twitter

A Roda do Twitter, um recurso que surgiu como uma forma de realizar publicações restritas, que seriam vistas apenas por contatos selecionados pelos usuários, não é mais segura. Testes realizados pelos utilizadores da rede social mostram como as publicações estão sendo exibidas até mesmo a pessoas que não os seguem, que podem não apenas visualizar o conteúdo, mas também curtir e até responder às publicações.

Isso sem falar, claro, na possibilidade de capturas de tela de um conteúdo que muita gente acredita ser restrito a apenas usuários selecionados, propiciando o compartilhamento e expandindo ainda mais o alcance de mensagens que deveriam ser privadas. Os comentários sobre o assunto começaram a circular no último final de semana, assim como os testes feitos por influenciadores e usuários comuns.

Continua após a publicidade

Em uma das possibilidades de experimentação, a lista de usuários da Roda de um perfil no Twitter foi zerada — ou seja, ninguém deveria ver as publicações realizadas. Em dois casos separados, incluindo um testado diretamente pelo Canaltech, foi possível ver um pequeno número de curtidas em uma postagem que deveria ser restrita, indicando que ela estava sendo entregue. Em outro tweet, porém, mais de 30 likes foram registrados, quando nenhum deveria existir. Nas publicações fechadas, o contador de visualizações não fica disponível, o que impede uma checagem adicional.

Em um segundo teste, também realizado pela reportagem, não houve mudanças na relação de usuários liberados na Roda. Entretanto, quatro curtidas foram dadas por contas que não faziam parte da lista, sendo que dois destes casos foram de usuários nem mesmo seguidos pela conta original, mas com muitos contatos em comum — uma indicação de que o algoritmo do Twitter está recomendando as publicações que deveriam ser restritas. Aqui, um perfil que estava anteriormente adicionado, mas havia sido removido semanas antes, foi capaz de ver e responder à postagem.

Continua após a publicidade

Um dos relatos, inclusive, acompanha a descrição de um bug que pode estar por trás de toda a questão. Segundo um dos usuários que não deveria ter visualizado a postagem restrita, ela apareceu na linha do tempo “Para Você”, do Twitter, e poderia ser curtida normalmente, mas desaparecia caso a pessoa tentasse responder ou clicasse na página da própria publicação.

O comentário acompanha outros relatos de que até mesmo perfis fechados, que dependem de autorização do dono para que alguém possa virar seguidor, teriam publicações vazadas além da restrição implementada. O problema, segundo comentários, poderia estar relacionado às mudanças realizadas no algoritmo durante a gestão Elon Musk, principalmente em relação ao aumento na relevância e recomendação de postagens para usuários pagantes do Twitter Blue.

Independente do motivo, fica claro que não é mais seguro usar a Roda do Twitter para publicação de mensagens privadas ou que não deveriam ser vistas por todo mundo. Ainda que o volume de visualizações fora do recurso pareça pequeno, principalmente para contas com muitos seguidores, não dá para saber em qual linha do tempo sua postagem pode aparecer — pode ser, justamente, na de quem você deseja que não veja seu tweet.

Não foi possível contatar o Twitter para comentar o assunto. Enquanto a rede social não possui mais contatos de relacionamento com a imprensa no Brasil, o e-mail global para esse fim continua respondendo jornalistas com um emoji de cocô, em mais uma das mudanças aplicadas por Musk na diretoria da plataforma.

Continua após a publicidade

* Colaborou Igor Almenara.