Quais cuidados tomar ao usar o internet banking?

Por Ramon de Souza | 05 de Novembro de 2020 às 20h00
Canaltech

Para muitas pessoas, o ato de sair de casa e se locomover até uma agência bancária para pagar uma conta ou transferir um valor já é uma prática impensável. O internet banking — ou seja, recursos digitais que lhe permitem fazer movimentações financeiras eletronicamente — facilitou muito a nossa vida ao longo dos últimos anos. Ficou muito mais simples e rápido compensar aquele boleto, contratar um empréstimo e assim por diante.

Esse tipo de serviço se tornou ainda mais popular desde o início da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), já que, com as políticas de isolamento social, o ideal é que ninguém saia de casa. Os caixas eletrônicos dificilmente são higienizados e digitar coisas naquele teclado pode simbolizar um risco à sua saúde. O jeito é usar o computador e aplicativos para smartphones quando é necessário realizar alguma movimentação.

Imagem: Reprodução/Dylan Gillis (Unsplash)

Por outro lado, porém, é óbvio que a popularização do internet banking traria consigo alguns problemas de segurança. Existem criminosos — e até mesmo gangues inteiras — especializados em atacar internautas durante o uso desse tipo de serviço. Usando certas técnicas, eles conseguem desviar pagamentos e até mesmo sequestrar toda a sua conta bancária, ficando com todas as suas economias para si.

Sites e apps bancários não são seguros?

Por si só, eles são. Mas vale lembrar que a engenharia social — que já comentamos aqui mesmo no Canaltech — pode abrir algumas portas para agentes maliciosos. Infelizmente, é cada vez mais comum vermos internautas sendo lesados por e-mails de phishing disparados em nome de sua instituição bancária e que redirecionam a vítima para uma cópia fiel do site daquele banco, capturando suas informações de login como nome de usuário, senha, agência e número da conta-corrente.

Uma das coisas mais perigosas que você pode fazer é acessar seu internet banking (seja em um laptop ou via app do celular) enquanto estiver conectado a uma rede Wi-Fi pública, como em um shopping em uma lanchonete. Tais redes não são confiáveis, pois são fracas em segurança e podem ser interceptadas por golpistas que terão o poder de analisar tudo o que acontece na comunicação entre seus gadget e os servidores bancários. Trata-se do golpe conhecido como man-in-the-middle (ou homem no meio, literalmente).

Imagem: Reprodução/Priscilla Du Preez (Unplash)

Também é comum vermos usuários usando senhas fracas que fáceis de adivinhar e negligenciando o uso de fatores adicionais de autenticação, como tokens (gerados aleatoriamente dentro de um aplicativo) ou códigos enviados via SMS. Essa camada adiciona torna muito mais difícil a invasão de sua conta mesmo caso o criminoso consiga descobrir a sua password.

Algumas dicas básicas

Usar o internet banking de sua instituição favorita não deve se tornar um momento de paranoia, mas é necessário sim garantir que algumas boas práticas estejam sendo seguidas. Dentre as dicas básicas, podemos destacar:

  • Use dispositivos confiáveis: evite utilizar computadores e celulares que sejam compartilhados com outras pessoas para acessar sua conta bancária. Nunca se sabe quando alguém de sua confiança possa ter intenções maliciosas;
  • Evite redes de WiFi públicas: com ou sem senhas, redes públicas não são confiáveis e seu tráfego pode estar sendo interceptado por algum criminoso nos arredores. Se precisar acessar sua conta fora de casa, prefira usar redes móveis (4G ou 5G);
  • Cuidado com senhas: use uma password única, que não seja reciclada em nenhum outro lugar e que seja difícil de adivinhar. Caso seu banco ofereça, invista também em tokens ou outros métodos de autenticação dupla;
  • Evite o phishing: jamais clique em links de emails supostamente enviados por sua instituição bancária. Se recebeu uma mensagem do banco, entre em contato com o próprio através de seus canais oficiais para confirmar aquela informação;
  • Use um antivírus: é sempre evitar a infecção e ação de keyloggers — um tipo de malware que registra tudo o que você escreve em seu computador, incluindo suas senhas. Uma solução de segurança pode resolver esse problema.

Seguindo essas orientações, você poderá desfrutar de uma experiência bem mais segura e tranquila ao usar o internet banking.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.