Publicidade

Aplicativo de download de música vazou dados de usuários

Por| Editado por Wallace Moté | 02 de Janeiro de 2024 às 16h57

Link copiado!

Reprodução/Freepik
Reprodução/Freepik

O aplicativo TuneFab Converter, que possibilita o download de músicas de serviços de streaming, teve um grande vazamento de dados com a exposição de informações de mais de 151 milhões de usuários. Segundo o site Cybernews, essa ocorrência foi registrada no dia 26 de setembro de 2023 devido a um problema de configuração com um documento do banco de dados da plataforma.

O erro foi corrigido em menos de 24 horas, mas permitiu que informações como e-mails, IDs de usuários, endereços IP e aparelhos utilizados ficassem expostas na rede. De acordo com o pesquisador de cibersegurança Bob Diachenko, que identificou o vazamento, mais de 280 GB em dados foram comprometidos nesse incidente.

O que é o TuneFab

Continua após a publicidade

O TuneFab Converter é um conjunto de soluções para download e conversão de músicas dos principais serviços de streaming do mercado, como Spotify, Apple Music, Deezer, YouTube Music e Amazon Music.

O aplicativo possibilita que as pessoas baixem os arquivos em formatos MP3, M4A, WAV, FLAC, AIFF, AAC e ALAC e salvem as faixas no computador.

O uso do TuneFab é considerado ilegal pois viola os direitos autorais e patrimoniais das músicas oferecidas por esses serviços. Por essa razão, o Canaltech não recomenda a sua utilização e sugere que o público procure meios legais para escutar seus artistas favoritos, algo geralmente possível por meio dos próprios serviços de streaming, que permitem download das faixas para uso offline pelos assinantes.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A companhia responsável pelo TuneFab tem registro em Hong Kong e disponibiliza ao todo oito versões de seu aplicativo de conversão — um para cada serviço de streaming. As soluções são oferecidas em versão de teste gratuito, com opção de compra para liberar recursos adicionais.

Apesar de o vazamento de dados ter ocorrido há algum tempo e ter sido corrigido em menos de um dia, o TuneFab ainda não se pronunciou publicamente sobre a divulgação desse incidente nem forneceu assistência aos seus usuários.

Fonte: Cybernews