Adeus ao WhatsApp? Veja dicas para escolher um novo mensageiro mais seguro

Por Ramon de Souza | 12 de Janeiro de 2021 às 21h40
Reprodução/LinkedIn Sales Navigator (Unsplash)

O WhatsApp chateou muita gente ao anunciar, recentemente, algumas mudanças drásticas em sua política de privacidade — a grosso modo, ele vai te obrigar a compartilhar mais dados pessoais com outros produtos que estão sob o guarda-chuva do Facebook. Quem não concordar com tal requisito corre o risco de ser impedido de utilizar o mensageiro — e, por conta disso, já tem muita gente por aí procurando alternativas ao aplicativo.

Mas, afinal, com tantas opções disponíveis no mercado, qual delas escolher como o substituto ideal? De acordo com Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky, há algumas características que a plataforma “perfeita” precisa apresentar para que você possa depositar sua confiança nela. E a principal é não atrelar sua identificação ao seu número de telefone, diferente do que acontece no WhatsApp.

“Um aplicativo que priorize a segurança precisa de uma autenticação via ID único — sem se basear no número de telefone —, senha, implementação do segundo fator de autenticação, criptografia ponta-a-ponta, e verificação da veracidade de contatos. Um bom comparativo para escolher um app de comunicação seguro é o Secure Messaging Apps Comparison”, afirma o especialista.

O site citado por Assolini analisa uma série de características — incluindo detalhes como país de jurisdição da infraestrutura e forma de financiamento — de mensageiros gratuitos para determinar aqueles que são mais ou menos nocivos à sua privacidade. “Neste sentido, podemos afirmar que aplicativos como o Signal e o Threema oferecem mais recursos de segurança do que o próprio WhatsApp”, avalia.

Imagem: Captura de Tela/Canaltech

Como recentemente noticiado pelo Canaltech, o Signal é um velho conhecido da comunidade de segurança e viu sua popularidade aumentar de forma vertiginosa após receber um endosso público do empresário Elon Musk. Atualmente, ele figura no topo do ranking de apps mais baixados da App Store. Embora seja ainda mais desconhecido, o Threema é igualmente confiável, open source e hospeda seus servidores na Suíça.

“Alguns apps de mensagens instantâneas oferecem modelos de negócios supostamente gratuitos, mas, na realidade, o pagamento ou os lucros são gerados pelo consumo das informações pessoais dos clientes ou usuários desses programas ou plataformas. Por isso, quando escolhemos um programa de mensagens, devemos não apenas verificar se é um programa seguro, mas também se é privado, ou seja, se trata nossa privacidade de maneira adequada”, ressalta Assolini.

O analista também lembra os internautas que, embora o WhatsApp tenha se tornado uma das plataformas favoritas dos criminosos para aplicar golpes, isso só ocorre justamente por sua liderança de popularidade. Isto posto, a expectativa é que, caso a internet migre massivamente para outro aplicativo, passaremos a ver mais ameaças sendo criadas nessas plataformas também.

Fonte: Kaspersky, Secure Messaging Apps Comparison

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.