Você nunca mais vai querer coçar os olhos após ver este vídeo

Você nunca mais vai querer coçar os olhos após ver este vídeo

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 10 de Novembro de 2021 às 11h40
Twenty20photos/Envato Elements

Quem costuma coçar os olhos com frequência deve se preocupar com os possíveis riscos que esse ato, aparentemente simples e inofensivo, pode causar na saúde dos olhos. Para demonstrar o que acontece, um oftalmologista francês compartilhou, em vídeo, uma ressonância magnética (MRI) de um paciente saudável esfregando os olhos em tempo real.

Quando registrou as imagens em 2019, o oftalmologista e chefe do departamento de cirurgia refrativa da Fundação Rothschild, Daniel Gatinel, queria entender como o simples ato de coçar os olhos poderia causar determinados problemas oculares. De fato, o resultado é surpreendentemente estranho.

Pelas imagens da ressonância, é possível observar que, quando uma pessoa esfrega os olhos — uma conquista evolutiva bastante delicada e sensível —, ela está empurrando e comprimindo-os no crânio. Inclusive, ao empurrar os globos oculares, a ressonância mostra o deslocamento de outras estruturas, como o nervo óptico e tecidos adjacentes. O ato repetido inúmeras vezes traz sérias consequências para a saúde da visão, inclusive pode ser uma das causas do ceratocone.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Coçar os olhos e o ceratocone

Coçar excessivamente os olhos pode desencadear o ceratocone (Imagem: Reprodução/Wirestock/Freepik)

“Pela primeira vez, a ressonância magnética dinâmica objetiva o efeito de esfregar os olhos na córnea e nas estruturas orbitais adjacentes”, detalhou o oftalmologista Gatinel na descrição original do vídeo. “Este material fornece outra evidência de que o ceratocone (e possivelmente outras doenças oculares) é causado pelo esfregar excessivo dos olhos”, complementa o médico.

Na mesma direção das descobertas de Gatinel, uma revisão sistemática também observou que esfregar os olhos está relacionado ao ceratocone. Publicada na revista International Journal of Ophthalmology, a revisão analisou 24 estudos científicos sobre o tema. Para os autores, o coçar pode desencadear “o afinamento do ceratócito”, o que pode levar à doença.

Afinal, o que é ceratocone?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica (SBOP), "o ceratocone é uma degeneração do olho, na qual a córnea — normalmente, redonda e em forma de cúpula (superfície frontal transparente do olho) — se torna cada vez mais fina e protrusa. Isso faz com que uma protuberância em forma de cone se desenvolva na área onde a córnea é mais fina — geralmente, no centro ou porção inferior. Essa alteração, geralmente leva à visão turva e mudanças frequentes no grau dos óculos/lente de contato".

Coçar os olhos pode afetar a saúde da visão e trazer complicações (Imagem: Reprodução/Tirachardz/Freepik)

Entre as principais mudanças no grau, a SBOP destaca que o ceratocone age, mais comumente, "agravando a miopia (dificuldade em enxergar longe) e o astigmatismo irregular (perda da curvatura normal do olho)". Além disso, o paciente pode relatar fotofobia (sensibilidade à luz) e reclamar de “imagens fantasmas”, listras ou distorções ao redor das luzes.

Em casos graves, pode ser necessário o transplante da córnea. "Cerca de 10 a 25% dos pacientes podem apresentar diminuição da visão e cicatrizes graves o suficiente para justificar um procedimento de transplante de córnea", explica a SBOP.

Depois de todas essas possíveis complicações, vale pensar duas vezes antes de coçar os olhos novamente. Além do mais, a irritação no olho ou o ressacamento dos olhos podem ser sintomas de algum outro quadro. Em casos de dúvidas ou de orientações, a recomendação é sempre buscar por um oftalmologista. Este poderá receitar colírios adequados para a lubrificação, por exemplo.

Para acessar a revisão, publicada na revista International Journal of Ophthalmology, clique aqui. A seguir, confira a explicação completa do oftalmologista Daniel Gatinel sobre os riscos de coçar os olhos, em frânces:

Fonte: Com informações: Futurism e SBOP

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.