Variante Delta já domina e gera aumento de mortes por COVID-19 nos EUA

Variante Delta já domina e gera aumento de mortes por COVID-19 nos EUA

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 16 de Julho de 2021 às 19h25
IciakPhotos/envato

Nesta sexta (16), as autoridades norte-americanas revelaram que a variante Delta proporcionou um aumento de mortes por COVID-19 nos EUA, principalmente no que diz respeito a pessoas ainda não vacinadas. O número de casos aumentou 70% em relação à semana anterior e as mortes aumentaram 26%.

A média de casos diários é agora de mais de 26 mil, mais do que o dobro em relação a junho, em que a média era de 11 mil casos, de acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC). Segundo o órgão, 97% das pessoas internadas com COVID-19 nos EUA não são vacinadas.

Variante Delta gera aumento de mortes e por COVID-19 nos EUA, segundo os dados divulgados pelo CDC (Imagem: Fernando Zhiminaicela/Pixabay)

A variante Delta, que é significativamente mais contagiosa do que a variante original do COVID-19, foi detectada em cerca de 100 países em todo o mundo e, na opinião do especialista em doenças infecciosas dos EUA, Anthony Fauci, é a variante dominante em todo o mundo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No último dia 8, o CDC fez a estimativa de que a variante Delta seja responsável por 51,7% das contaminações. A variante em questão superou rapidamente a Alpha (B.1.1.7), que foi, até então, predominante no país.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.