SP libera vacina contra a gripe para todos os públicos

SP libera vacina contra a gripe para todos os públicos

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 28 de Dezembro de 2021 às 13h25
FabrikaPhoto/Envato Elements

Doses da vacina contra a gripe (influenza) são distribuídas para todos os públicos, a partir desta terça-feira (28), na cidade de São Paulo. Para receber o imunizante, o indivíduo deve ter mais de seis meses e ainda não ter tomado nenhuma vacina contra a doença em 2021.

As doses das vacinas da gripe são distribuídas, gratuitamente, no Sistema Único de Saúde (SUS) da capital de São Paulo, enquanto durarem os estoques. Até então, as doses eram aplicadas apenas em pessoas com mais de 60 anos, crianças entre seis meses e cinco anos, grávidas e puérperas. Agora, todos poderão ser imunizados.

Vacina contra a gripe está liberada para todos os públicos na capital de São Paulo (Imagem: Reprodução/Twenty20photos/Envato)

A estratégia de ampliar o público para a vacinação busca diminuir os casos de doenças respiratórias na capital. Isso porque a infecção tem provocado um aumento significativo na demanda por atendimento nas unidades de saúde. Sintomas também geram confusão com a variante Ômicron (B.1.1.529) do coronavírus SARS-CoV-2.

Vale lembrar que, durante as últimas semanas, vacinas contra a gripe não estavam mais disponíveis nos postos de saúde. A imunização contra influenza somente foi retomada após a doação do Instituto Butantan de 1 milhão de doses da vacina para a prefeitura de São Paulo.

Surtos de gripe em SP

Atualmente, uma onda de surtos do vírus da gripe afetada todo o estado de São Paulo, principalmente a capital. Outras regiões do Brasil, como o Rio de Janeiro, também relataram o aumento de casos da infecção respiratória.

Vale lembrar que, no Brasil, uma nova cepa que tem circulado nos últimos meses, chamada de Darwin (H3N2). Esta é uma das responsáveis por contribuir com o aumento das hospitalizações em decorrência da gripe. No entanto, as doses disponíveis ainda não imunizam contra este tipo específico, mas protegem contra as outras cepas que estão em circulação paralela.

Fonte: Agência Brasil  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.