Sem insulina! Esta molécula pode regular os níveis de açúcar no sangue

Sem insulina! Esta molécula pode regular os níveis de açúcar no sangue

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 06 de Janeiro de 2022 às 08h30
iLexx/envato

Em um estudo publicado na última terça (4) na revista científica Cell Metabolism, especialistas relatam a descoberta de uma molécula localizada no tecido adiposo que pode realizar a mesma função que a insulina, ou seja: regular os níveis de açúcar no sangue. A ideia é que, com esse novo conhecimento, a medicina possa criar novos tratamentos para diabetes.

A molécula — chamada FGF1 — atua inibindo a quebra de gordura (lipólise), e pode ser uma futura aliada para as pessoas que têm resistência à insulina, por exemplo. O laboratório demonstrou, em meio a um estudo com camundongos, que uma injeção de FGF1 pode reduzir a glicose no sangue e que o tratamento crônico com FGF1 pode justamente aliviar a resistência à insulina. No entanto, ainda há uma longa jornada para entender a fundo os processos que envolvem a molécula.

De qualquer jeito, neste estudo, a equipe notou que a FGF1 regula a produção de glicose no fígado, assim como a insulina, o que levantou uma questão: a FGF1 e a insulina usam as mesmas vias de sinalização para regular a glicose no sangue?

Cientistas descobrem molécula capaz de exercar a função da insulina: regular o nível de açúcar no sangue (Imagem: dolgachov/envato)

A resposta surpreendeu o grupo. Enquanto a insulina suprime a lipólise por meio de uma enzima chamada PDE3B, a FGF1 trabalha com uma via diferente, chamada PDE4.

Segundo os pesquisadores, isso é um bom sinal, porque quando a pessoa tem resistência à insulina, a sinalização é prejudicada. Como as duas agem por vias de sinalização diferentes, se uma não estiver funcionando, a outra ainda pode funcionar normalmente. “A capacidade da FGF1 de induzir a redução da glicose em camundongos diabéticos resistentes à insulina é promissora para pacientes diabéticos", aponta o grupo.

Fonte: Cell Metabolism

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.