Publicidade

São Paulo confirma a primeira morte por varíola dos macacos

Por| Editado por Luciana Zaramela | 12 de Outubro de 2022 às 10h53

Link copiado!

R. Robinson/CDC
R. Robinson/CDC

O estado de São Paulo registrou, na manhã desta quarta-feira (12), a primeira morte em decorrência da varíola dos macacos (monkeypox). A vítima da infecção tinha 26 anos e apresentava comorbidades, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Esta é a sexta morte pela doença registrada no Brasil. O total de casos no país chega a 8,5 mil.

O paciente foi internado no começo de agosto e estava a mais de dois meses no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. Além da infecção pela varíola dos macacos e comorbidades, o homem tratava outras doenças, como uma infecção secundária. O estado era grave.

Continua após a publicidade

Além de SP, onde estão os casos da monkeypox no Brasil

Na terça-feira (11), o Ministério da Saúde registrava 8.521 casos oficiais da varíola dos macacos no Brasil, incluindo cinco mortes — o óbito relatado em São Paulo foi confirmado nesta manhã. Além disso, outros 4.768 casos são considerados suspeitos para a infecção e aguardam o resultado dos exames.

A seguir, confira os cinco estados que mais registram casos da monkeypox:

  • São Paulo: 3.861 casos da varíola dos macacos;
  • Rio de Janeiro: 1.160 casos;
  • Minas Gerais: 533 casos;
  • Goiás: 513 casos;
  • Ceará: 377 casos.
Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Mortes em decorrência da varíola dos macacos

Até o momento, o Brasil confirma seis mortes em decorrência da varíola dos macacos. A seguir, confira a idade dos pacientes que foram vítimas fatais da doença e o local dos óbitos:

  • Paciente de 26 anos, na cidade de São Paulo (SP);
  • paciente de 31 anos, na São João de Meriti (RJ);
  • Paciente de 21 anos, na cidade de Pouso Alegre (MG);
  • Paciente de 31 anos, na cidade de Mesquita (RJ);
  • Paciente de 33 anos, na cidade de Campos dos Goytacazes (RJ);
  • Paciente de 41 anos, na cidade de Belo Horizonte (MG).

Em comum, todos os pacientes que morreram, no Brasil, em decorrência da varíola dos macacos eram do sexo masculino.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que, na semana passada, o Brasil recebeu o primeiro lote com 9,8 mil doses da vacina Jynneos para a imunização contra a varíola dos macacos. No total, 50 mil doses já foram adquiridas pelo Ministério da Saúde e devem ser entregues até o final do ano. Doses serão usadas em estudo clínico.

Fonte: G1 e Ministério da Saúde