Rússia reporta primeiro caso de gripe aviária H5N8 em seres humanos

Rússia reporta primeiro caso de gripe aviária H5N8 em seres humanos

Por Nathan Vieira | 24 de Fevereiro de 2021 às 14h50
William Moreland/Unsplash

No último sábado (20), a Rússia reportou o primeiro caso de uma cepa do vírus da gripe aviária denominada A (H5N8), transmitida de aves para humanos. Quem levou a informação à Organização Mundial de Saúde (OMS) foi a Anna Popova, chefe do Serviço Federal de Vigilância da Proteção dos Direitos do Consumidor e Bem-estar Humano do país.

Por enquanto, os surtos da cepa H5N8 tinham relatados na Rússia, Europa, China, Oriente Médio e Norte da África, mas até então apenas em aves. As cepas conhecidas por se espalharem em humanos são H5N1, H7N9 e H9N2. No entanto, sete trabalhadores de uma avicultura no sul da Rússia foram infectados com a cepa H5N8 em dezembro. Segundo Popova, os indivíduos envolvidos já estão bem atualmente, e "a situação não se desenvolveu mais”.

A OMS, ao ser notificada pela Rússia sobre um caso de infecção humana pela H5N8, reconheceu que, se confirmada, seria a primeira vez que a cepa infectaria pessoas. “Informações preliminares indicam que os casos relatados foram de trabalhadores expostos a bandos de pássaros. Eles eram assintomáticos e nenhuma transmissão de humano para humano foi relatada. Estamos discutindo com as autoridades para reunir mais informações e avaliar o impacto desse evento na saúde pública", afirmou durante um comunicado à imprensa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Rússia reporta primeiro caso de gripe aviária H5N8 em seres humanos; os trabalhadores que foram infectados eram assintomáticos e estão bem (Imagem: Brett Jordan / Unsplash)

A maioria das infecções humanas da gripe aviária foi associada ao contato direto com aves infectadas vivas ou mortas. Alimentos devidamente cozidos por enquanto estão sendo considerados seguros. Vale lembrar o seguinte: os surtos de gripe aviária acontecem, normalmente, pelas secreções expelidas por animais infectados, como saliva ou fezes, mesmo presentes em superfícies.

Além disso, a grande maioria dos casos se espalha por aves selvagens migratórias, de modo que os países produtores tendem a manter suas aves dentro de casa ou protegidas do contato com a vida selvagem. Por fim, segundo a agência de notícias Reuters, o Vector Institute da Sibéria já anunciou que vai começar a desenvolver testes de uma vacina contra a H5N8. 

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.