Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Risco de amputação por diabetes estaria ligado a localidade e etnia, diz estudo

Por| Editado por Luciana Zaramela | 16 de Agosto de 2021 às 13h20

Link copiado!

 Paul Hunt/Pixabay
Paul Hunt/Pixabay

Uma pesquisa recente da Texas A&M University apontou que amputações de pés e dedos relacionadas ao diabetes são maiores em residentes rurais, americanos ocidentais, nativos americanos e asiáticos.

Para descobrir isso, os pesquisadores exploraram as tendências raciais, étnicas e geográficas em amputações de membros inferiores em adultos com diabetes entre 2009 e 2017 nos EUA. O grupo analisou os dados de pacientes com hospitalizações relacionadas ao diabetes que tiveram uma amputação considerada em menor nível (como o dedo do pé ou o próprio pé, por exemplo) ou grande (acima do pé, acima do joelho).

Além de raça/etnia e região geográfica, o estudo também incluiu vários fatores de controle, como idade, sexo e características de saúde do paciente. Com isso, os pesquisadores descobriram que as taxas de amputações menores de membros inferiores aumentaram entre 2009 e 2017. Esse aumento foi maior em residentes rurais, pessoas na região do centro-oeste e populações indígenas americanas e asiáticas.

Continua após a publicidade

Os pesquisadores descobriram que morar no Sul dos EUA ou em áreas mais rurais poder ser sinônimo de altas chances de ter uma amputação de nível grande, em comparação com áreas urbanas e do Nordeste do país.

Os graves efeitos do diabetes, especialmente sem os devidos cuidados, são um problema para muitas pessoas. Com uma melhor compreensão do que leva a resultados piores, os profissionais de saúde podem criar intervenções direcionadas para melhorar o tratamento do diabetes, melhorando a qualidade de vida. 

A pesquisa completa pode ser encontrada aqui.

Fonte: Futurity