Qual é a diferença entre vírus e bactérias?

Qual é a diferença entre vírus e bactérias?

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 14 de Março de 2022 às 15h23
Mstandret/Envato Elements

Vírus e bactérias são dois diferentes tipos de agentes infecciosos, que podem causar danos (ou não) para a saúde humana. Entre aqueles podem desencadear problemas, estão a bactéria Salmonella enterica e o vírus influenza (da gripe). Em comum, ambos são invisíveis a olho nu e podem se multiplicar facilmente. No entanto, existem inúmeras diferenças entre eles, inclusive quando se pensa em tratamentos médicos e nas suas estruturas.

Além disso, a proporção entre eles no planeta é significativamente diferente. "Os pesquisadores estimam que os vírus superam as bactérias na proporção de 10 para 1", segundo informa o National Human Genome Research Institute (Nhgri), dos Estados Unidos.

O que são bactérias?

Salmonella é um gênero de bactérias que podem causar danos ao organismo (Imagem: Reprodução/iLexx/Envato Elements)

As bactérias são pequenos organismos unicelulares simples e podem ser encontradas em praticamente todos os lugares da Terra. Isso porque algumas espécies podem viver sob condições extremas de temperatura e pressão. Inclusive, algumas se mantêm sem oxigênio (anaeróbicas), o que garante a sobrevivência em circunstâncias extremas.

As bactérias podem apresentar diferentes formatos, dependendo da sua espécie, como esféricas, em forma de bastonetes e espiraladas. Além disso, algumas podem apresentar uma espécie de cauda, o flagelo. Esta estrutura as ajuda na locomoção.

Bactérias "do bem"

No corpo, existem mais células bacterianas do que humanas no organismo ou pelo menos em quantidades equivalentes. "A maioria das bactérias no corpo é inofensiva e algumas são até úteis. Um número relativamente pequeno de espécies causa doenças", destaca o Nhgri. Por exemplo, no intestino, bactérias trabalham para que o sistema digestivo funcione de forma normal.

O que são vírus?

Coronavírus SARS-CoV-2 é um exemplo de vírus que pode trazer problemas ao organismo do hospedeiro (Imagem: Reprodução/IciakPhotos/Envato)

Vírus podem ser definidos como um pequeno aglomerado de código genético, exclusivamente composto por um DNA ou um RNA, envolto por uma uma capa de proteína. A estrutura é realmente simples e não há um aglomerado de células que os constituem (são acelulares). Diferente das bactérias, um vírus só pode sobreviver dentro de uma célula viva.

Os vírus não têm a capacidade de se replicarem sozinhos. Isso significa que precisam, obrigatoriamente, infectar células e usar os componentes delas para se reproduzirem. Muitas vezes, podem matar a célula hospedeira nesse processo.

Vírus podem trazer benefícios?

Nem todos os agentes infecciosos virais são nocivos para o organismo humano. Estes são ainda mais numerosos que as bactérias no organismo e estão associados a aspectos importantes do funcionamento do corpo ou têm uma atividade neutra (desconhecida). Por exemplo, alguns genes virais estão presentes em regiões do DNA humano que sintetizam proteínas essenciais.

Doenças causadas por bactérias e por vírus

Apesar de terem um lado positivo e de a maioria desses agentes infecciosos não causar mal ao organismo, um grupo de bactérias e de vírus podem desencadear sérias consequências para o indivíduo, podendo ser mortais.

Confira 10 doenças causadas por bactérias:

  1. Clamídia;
  2. Gonorreia;
  3. Sífilis;
  4. Cistite;
  5. Leptospirose;
  6. Hanseníase;
  7. Botulismo;
  8. Difteria;
  9. Salmonelose;
  10. Febre tifoide

Conheça outras 10 doenças provocadas por vírus:

  1. Covid-19;
  2. Catapora;
  3. Dengue;
  4. Febre Amarela;
  5. Caxumba;
  6. Gripe;
  7. Hepatite;
  8. Sarampo.
  9. Raiva;
  10. Conjuntivite viral.

"Em alguns casos, pode ser difícil determinar se uma bactéria ou um vírus está causando seus sintomas. Muitas doenças — como pneumonia, meningite e diarreia — podem ser causadas por bactérias ou vírus", destaca a Mayo Clinic.

Quais remédios usamos para cada infecção?

Tratamento de infecções bacterianas e virais é diferente (Imagem: Reprodução/Twenty20photos/Envato)

Além das diferenças estruturais, bactérias e antibióticos se diferem na forma de tratamento. Como regra, antibióticos são receitados por infecções bacterianas. "Como os vírus não têm os mesmos componentes que as bactérias, eles não podem ser mortos por antibióticos. Apenas medicamentos ou vacinas antivirais podem eliminar ou reduzir a gravidade de doenças virais", reforça Nhgri. Quando não existem antivirais, o tratamento busca amenizar os sintomas, além de manter a hidratação do corpo e o repouso.

Fonte: Nhgri, Mayo Clinic, BBC Healthline        

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.