SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Qdenga: vacina da dengue chega ao Brasil

Por| Editado por Luciana Zaramela | 27 de Junho de 2023 às 15h53

Link copiado!

Twenty20photos/Envato Elements
Twenty20photos/Envato Elements

Na última segunda-feira (26), a nova vacina contra a dengue chegou ao Brasil. Por enquanto, a intitulada Qdenga é aplicada apenas pela rede privada, o que significa que ainda não está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). Por enquanto, não há uma data para a sua chegada à rede pública.

De acordo com informações da Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVAC), o imunizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março, por conferir ampla proteção contra a dengue: a eficácia contra a dengue para quem não teve infecção anterior pelo vírus foi de 66,2%. Já para indivíduos que tiveram infecção anteriormente foi de 76,1%.

Na prática, a fórmula da empresa Takeda Pharma Ltda é composta por quatro diferentes sorotipos do vírus causador da doença. Já a Tecnocold Vacinas, distribuidora especializada em vacinas, que faz parte do ecossistema Viveo, é uma das empresas que farão a distribuição da vacina.

Continua após a publicidade

“Como ecossistema, estamos sempre em busca de inovação para o setor. Por isso, cada vez mais investimos em imunização. Nós iniciamos a distribuição da primeira vacina contra a Dengue e agora, temos uma nova vacina. Fazemos parte dessa trajetória e queremos participar da diminuição e controle da dengue”, afirma o Head da Tecnocold Vacinas, André Almeida.

Quanto vai custar a vacina da dengue?

A vacina da dengue deve custar entre R$ 350 e R$ 500, dependendo do estado, segundo nota da ABCVAC. Em São Paulo, por exemplo, o Preço Máximo ao Consumidor (PMC) autorizado pela Anvisa para as clínicas é R$ 379,40.

“As clínicas devem utilizar esse parâmetro na composição da sua precificação final, que também inclui o atendimento, a triagem, a análise da caderneta de vacinação, as orientações pré e pós-vacina, além de todo o suporte que os pacientes necessitam para se informar corretamente sobre a questão da vacinação”, aponta a ABCVAC.

Continua após a publicidade

Quem pode tomar a vacina contra a dengue?

A Anvisa diz que a vacina é indicada para crianças acima de 4 anos, adolescentes e adultos até 60 anos, diferente do imunizante aprovado anteriormente, Dengvaxia, que só pode ser utilizado por quem já teve dengue.

Vale acrescentar que a nova vacina é administrada via subcutânea em esquema de duas doses, com intervalo de três meses entre as aplicações.

Continua após a publicidade

Existe tratamento para dengue?

Segundo Amanda Alecrim, médica, representante regional da Sociedade Brasileira de Imunizações, a dengue é uma doença infecciosa, transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, e é a arbovirose urbana mais prevalente nas Américas, principalmente no Brasil, causando grande impacto na saúde coletiva.

"Não existem remédios para o tratamento da doença, só podemos controlar o vetor com as medidas sanitárias, e agora podemos contar com uma forte e eficaz ferramenta na proteção contra esta virose, uma vacina que protegerá contra os 4 sorotipos da dengue, que poderá ser utilizada tanto para quem já teve a doença e por quem ainda não teve contato com o vírus”, explica a médica.

A especialista reitera que os principais sintomas da dengue são semelhantes aos de outras doenças virais, eles incluem: a febre alta de início abrupto, que pode ser acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, fraqueza e dor atrás dos olhos. "É importante lembrar que é uma doença que pode evoluir com gravidade precisando ter atenção a sinais de alerta como dor abdominal, vômitos persistentes, sangramento de mucosas e sonolência”, conclui. Amanda alerta que para tomar a vacina, é necessário prescrição médica.

Continua após a publicidade

Fonte: Agência Brasil