Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Qdenga | Vacina contra dengue finalmente chega ao SUS

Por| Editado por Luciana Zaramela | 22 de Dezembro de 2023 às 08h24

Link copiado!

FabrikaPhoto/Envato
FabrikaPhoto/Envato

Na última quinta-feira (21), o Ministério da Saúde anunciou a chegada da vacina contra dengue ao Sistema Único de Saúde (SUS). No início do mês, a Pasta chegou a abrir consulta pública para ouvir a população sobre a Qdenga. Com essa incorporação, o Brasil se torna o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público universal.

Por enquanto, segundo o comunicado divulgado pelo próprio Ministério, a vacinação será focada em público e regiões prioritárias. Isso porque a fabricante, Takeda, possui uma capacidade restrita de fornecimento de doses.

“O Ministério da Saúde avaliou a relação custo-benefício e a questão do acesso, já que em um país como o Brasil é preciso ter uma quantidade de vacinas adequada para o tamanho da nossa população. A partir do parecer favorável da Conitec, seremos o primeiro país a dar o acesso público a essa vacina, como um imunizante do SUS", aponta a ministra da saúde, Nísia Trindade.

Continua após a publicidade

No comunicado, a ministra também promete que até o início do ano haverá a definição dos públicos alvo, levando em consideração justamente a limitação do número de vacinas disponíveis. Assim, a ideia agora é definir a melhor estratégia de utilização, focando nas regiões com maior incidência da doença para aplicar as doses.

Enquanto isso, o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Gadelha, menciona que o processo de incorporação conseguiu uma redução de 80% do preço inicialmente apresentado, representando uma economia de mais de R$380 milhões de reais que será direcionada para a saúde da população.

"A vacina é mais uma estratégia entre as várias frentes que estamos adotando para mitigar os efeitos da chegada do verão sobre os casos de dengue no país. Está em funcionamento a Sala Nacional de Arboviroses onde monitoramos a situação do país e trabalhamos em conjunto com estados e municípios para aprimorar estratégias. Esse trabalho em conjunto é fundamental”, complementa a secretária Vigilância em Saúde e Ambiente, Ethel Maciel.

Vacina contra dengue

Continua após a publicidade

A fórmula da Qdenga é baseada em vírus vivo atenuado, ou seja: a vacina interage com o sistema imunológico e leva a uma resposta semelhante àquela produzida pela dengue, mas sem causar a doença em si. Dessa forma, gera imunidade de forma segura.

Nas orientações divulgadas pela Takeda, é possível perceber que o imunizante deve ser administrado por meio de injeção subcutânea na parte superior do braço, na região do deltoide. Isso significa que essa vacina contra a dengue não deve ser injetada por via intravascular, intradérmica ou intramuscular.

Fonte: Ministério da Saúde, Takeda